Site oficial / Fluminense
Site oficial / Fluminense

Fluminense anuncia contratação do goleiro uruguaio De Amores

Arqueiro de 23 estava no Boston River e foi um dos principais destaques do time na última temporada

Estadão Conteúdo

22 Janeiro 2018 | 14h02

Em reformulação após a saída de alguns dos principais jogadores do elenco, o Fluminense acertou a chegada de mais um reforço. Nesta segunda-feira, o clube carioca anunciou a contratação do goleiro Guillermo de Amores, que pertence ao uruguaio Boston River.

+ Abel confirma saída e diz que Henrique Dourado não joga mais pelo Fluminense

+ Presidente do Flu admite erro e pede desculpas a Cavalieri e outros dispensados

Ao anunciar a contratação, o Fluminense explicou que De Amores chega ao clube cedido por empréstimo até o fim de 2018. E esse período no time carioca poderá ser ampliado por mais uma temporada. Antes do goleiro uruguaio, o Fluminense havia acertado as chegadas de Gilberto, Jádson e Airton para a temporada 2018.

"Estou muito contente por chegar ao Fluminense. Agradeço ao clube e aos torcedores por esta oportunidade e prometo que vou me dedicar muito para ajudar a nossa equipe a conquistar títulos", disse o goleiro ao site oficial do Fluminense.

De Amores iniciou a sua carreira no Liverpool, tendo sido adversário do Fluminense na última edição da Copa Sul-Americana - ele foi titular do time uruguaio nos dois jogos, em que a equipe carioca o venceu por 2 a 0 e perdeu por 1 a 0. No início deste ano, assinou com o Boston River, mas agora foi emprestado ao clube brasileiro.

Além disso, De Amores possui passagens pela seleções de base do Uruguai, tendo sido eleito o melhor goleiro do Mundial Sub-20 de 2013, competição em que a sua equipe foi vice-campeã.

No fim de 2017, o Fluminense dispensou Diego Cavalieri, até então titular absoluto do clube. O time começou a temporada 2018 com Júlio César como goleiro titular, sendo que Marcos Felipe e Pedro Paulo eram as outras opções do técnico Abel Braga para a posição.

Mais conteúdo sobre:
futebol Fluminense

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.