Lucas Merçon / Fluminense
Lucas Merçon / Fluminense

Fluminense arranca empate e mantém Coritiba em situação complicada

Jogo no Couto Pereira foi bastante movimentado, teve duas expulsões e terminou com o placar de 3 a 3

Redação, Estadão Conteúdo

20 de janeiro de 2021 | 22h50

O Coritiba sentiu o gostinho da vitória em duas oportunidades, mas acabou cedendo empate ao Fluminense por 3 a 3, nesta quarta-feira, no estádio Couto Pereira, pela 31.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado acaba sendo pior para o time paranaense, que tem a reação freada e segue em situação delicada dentro da zona de rebaixamento.

Com o resultado, o Coritiba subiu provisoriamente para a 18.ª colocação, mas com apenas 26 pontos, a seis de deixar a zona de rebaixamento. O Fluminense, que ainda sonha com vaga na Libertadores, soma 47, em sétimo lugar. Em sexto, o Grêmio tem 51.

O Coritiba fez um grande primeiro tempo nesta quarta-feira, sob o comando de Júlio Sérgio, já que Gustavo Morínigo testou positivo para a covid-19. O time paranaense não demorou para envolver o adversário e precisou de apenas dois minutos para abrir o marcador. Hugo Moura achou Luiz Henrique livre de marcação. Ele avançou pelo meio, em liberdade, e arriscou de fora da área para abrir o marcador.

Após o gol, o Fluminense precisou se atirar ao ataque e desperdiçou boas oportunidades com Lucca e Calegari, mas o Coritiba foi mais efetivo. Em mais uma chegada bem trabalhada, Natanael recebeu de Hugo Moura, invadiu a área e chutou para o fundo da rede, impedindo uma reação imediata do adversário, que foi para o intervalo em total desvantagem.

No segundo tempo, o Fluminense voltou mais ligado e contou com o talento de John Kennedy, em sua estreia no time profissional, para diminuir. Michel Araújo fez boa jogada e arriscou. Wilson soltou nos pés da promessa, que só empurrou para o gol: 2 a 1.

Mais cauteloso, o Coritiba só arriscava em tiros de longe. Em um deles, Marcos Felipe teve trabalho para defender a tentativa de Matheus Galdezani. Mas o time não conseguiu repetir a atuação da primeira etapa e não demorou para levar o empate. Aos 26 minutos, Egídio colocou a bola na cabeça de Fred, que testou firme para fazer 2 a 2.

Quando tudo indicava que o Fluminense tomaria conta do jogo, o time paranaense reagiu. Aos 30, Robson, em um chute de fora da área, recolocou sua equipe na frente.No entanto, a festa também durou pouco. O Fluminense foi para o abafa e contou com uma falha de Wilson para decretar o empate. Aos 45 minutos, Wellington Silva avançou em velocidade e tocou para Caio Paulista. O chute passou por debaixo do goleiro e entrou. Wellington Silva ainda teve a chance de fazer o quarto, mas jogou para fora.

Antes do apito final, ainda deu tempo de Robson e Caio Paulista se estranharam dentro de campo e serem expulsos. Cada time ficou com dez, mas já não havia tempo para mais nada.

Na próxima rodada, o Coritiba enfrenta o São Paulo no sábado, às 19h, no estádio do Morumbi. No domingo, o Fluminense fará clássico com o Botafogo, às 20h30, em São Januário, no Rio.


FICHA TÉCNICA

CORITIBA 3 X 3 FLUMINENSE

CORITIBA - Wilson; Natanael, Nathan Ribeiro, Henrique Vermudt e Guilherme Biro; Nathan Silva, Hugo Moura (Ricardo Oliveira), Matheus Bueno (Matheus Galdezani) e Luiz Henrique; Neilton (Sarrafiore) e Robson. Técnico: Júlio Sérgio (auxiliar)

FLUMINENSE - Marcos Felipe; Calegari, Luccas Claro, Matheus Ferraz e Egídio; Martinelli, Yago Felipe (Nenê) e Michel Araújo (Caio Paulista); Luiz Henrique (John Kennedy), Fred (Felippe Cardoso) e Lucca (Wellington Silva). Técnico: Marcão.

GOLS - Luiz Henrique, aos dois, e Natanael, aos 32 minutos do primeiro tempo. John Kennedy, aos 13, Fred, aos 26, Robson, aos 30, e Caio Paulista, aos 45 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Felipe Fernandes de Lima (MG).

CARTÕES AMARELOS - Neilton (Coritiba); Calegari, Fred, Martinelli e Yago Felipe (Fluminense).

CARTÕES VERMELHOS - Robson (Coritiba); Caio Paulista (Fluminense).

LOCAL - Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.