Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Tasso Marcelo/AE -12/2/2012
Tasso Marcelo/AE -12/2/2012

Fluminense bate Americano e ainda briga no Carioca

RIO - O Fluminense voltou a sonhar no Campeonato Carioca. Com a vitória por 3 a 2 sobre o Americano, em Campos, na noite desta quarta-feira, o time do técnico Abel Braga respirou e retornou à briga por uma vaga nas semifinais da Taça Guanabara, o primeiro turno do Estadual. O time atuou com um a menos desde os 30 minutos da etapa inicial.   Para se manter na disputa pela classificação, o Flu precisa de uma vitória sobre o Bangu, sábado. E de um tropeço do rival Vasco diante do Boavista na rodada final.

TIAGO ROGERO, Agência Estado

16 de fevereiro de 2012 | 00h25

Nesta quarta, o técnico Abel Braga escalou um time misto. O meia Deco, por exemplo, foi poupado. Fred estava suspenso pela expulsão na derrota para o Vasco, mas Thiago Neves jogou muito

O JOGO

O time, que vinha de altos e baixos no Carioca e na estreia pela Libertadores, dominou a partida. Aos 12 minutos, Wellington Nem, lançado na área, foi derrubado pelo zagueiro Ricardo Braz. Pênalti. Na cobrança, Rafael Moura mandou no canto esquerdo do goleiro e abriu o placar. Aos 17, o Americano teve sua primeira chance. Alex cruzou pela esquerda e Tardelly, sozinho e de frente para o gol, conseguiu apenas resvalar na bola, de cabeça.

O meia Thiago Neves, em bela cobrança de falta, acertou o travessão aos 26. Quatro minutos depois, Rafael Moura protegeu a bola, Adalberto tentou tomar e caiu. O árbitro entendeu ter sido uma cotovelada do atacante tricolor, em lance muito contestado pelo Fluminense. Moura foi expulso.

Com um a mais em campo, o Americano chegou ao empate aos 37 minutos. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Marcos Felipe, livre, que ajeitou na coxa, bateu forte e fez um lindo gol.

SEGUNDO TEMPO

No segundo tempo, logo aos 4 minutos, Bruno fez bom cruzamento pela direita. Thiago Neves se antecipou ao zagueiro, cabeceou no canto e marcou o segundo. Aos 23, Jean tocou para Thiago Neves. Ele deixou de frente para o gol Wellington Nem, que não desperdiçou.

O Fluminense continuou dominando o jogo, mas o Americano conseguiu diminuir. Nos acréscimos, após cruzamento na área, Leandro Euzébio falhou, o que tem sido comum neste início de temporada. Ele desviou a bola de cabeça, que sobrou nos pés de Hugo. Ele bateu forte e marcou, mas era tarde demais para o empate.

FICHA TÉCNICA

AMERICANO 2 X 3 FLUMINENSE

AMERICANO - Erivelton; Alex (Pedro), Adalberto, Ricardo Braz e Marcos Felipe; Rhayne, Caetano, Marconi (Hugo) e Tardelly (Diego); Pachola e Evandro. Técnico: Luiz Antônio Zaluar.

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Bruno, Leandro Euzébio, Anderson e Carlinhos; Valencia, Jean e Thiago Neves (Souza); Araújo (Lanzini), Wellington Nem (Wagner) e Rafael Moura. Técnico: Abel Braga.

GOLS - Rafael Moura (pênalti), aos 13, e Marcos Felipe, aos 37 do primeiro tempo. Thiago Neves, aos 4, Wellington Nem, aos 23, e Diego, aos 46 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Ricardo Braz, Evandro e Adalberto.

CARTÃO VERMELHO - Rafael Moura.

ÁRBITRO - Rodrigo Nunes de Sá.

RENDA e PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Godofredo Cruz, em Campos dos Goytacazes (RJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.