Fluminense bate Santos nos acréscimos

O Santos jogou apenas 45 minutos de bom futebol e foi castigado nos segundos finais da partida ao perder para o Fluminense por 4 a 3, neste domingo, em Volta Redonda. O time da Vila Belmiro não aproveitou a vantagem que construiu no início do confronto e esperava que o goleiro Saulo, com boas defesas, garantisse o resultado. Mas a façanha durou até os 49 minutos da etapa final, quando Gabriel marcou o gol decisivo, que leva os cariocas para o 3.º lugar do Brasileiro, com 50 pontos ? têm uma vitória a menos que o Corinthians, 14 a 15. A derrota deixa a equipe do técnico Gallo na 5.ª posição, com 47 pontos. O Santos começou melhor e, em 13 minutos, aproveitou duas jogadas de bola parada para abrir vantagem. Aos 6, Paulo César cobrou escanteio da direita, Luiz Alberto subiu sem marcação e acertou o canto de Kleber. Aos 13, parecia replay, mas desta vez pela direita. Ricardinho bateu o escanteio na cabeça de Ávalos, que mandou para as redes. Com Petkovic bem marcado, o Fluminense apostava nos laterais. Gabriel e Juan chegavam com perigo, mas Saulo, com boas defesas, conteve o ataque carioca. Como estava difícil entrar na defesa paulista, Arouca arriscou de fora da área. E deu sorte: o chute forte desviou em Luiz Alberto e foi para as redes. O segundo tempo começou da mesma maneira: os laterais do Fluminense encontravam espaços para jogar. Aos 6 minutos, Petkovic cobrou falta com perigo e, três minutos depois, o goleiro santista tirou com os pés o chute de Juan. Apesar do domínio, os cariocas não eram objetivos. O problema foi resolvido quando Petkovic resolveu aparecer no jogo. Aos 24, recebeu fora da área e mesmo marcado por Bóvio e Elton acertou belo chute no ângulo, sem defesa para Saulo. Parecia que a sorte estava do lado dos santistas. Aos 35, no único ataque bem tramado na etapa final, Kleber bateu cruzado, e o goleiro do Fluminense deixou a bola nos pés de Basílio: Santos 3 a 2. Mais uma vez, os paulistas não souberam garantir o placar. Quatro minutos depois, Leandro driblou Kleber, tentou cruzar e deu sorte: Saulo saiu mal e viu a bola nas redes. Faltavam 30 segundos para o fim, mas o Fluminense insistiu. Tuta serviu Gabriel, que invadiu a área, tocou por cima do goleiro e decretou a virada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.