Nelson Perez/Divulgação
Nelson Perez/Divulgação

Fluminense busca vitória para manter a reabilitação

Tricolo carioca reage nas últimas rodadas e consegue um pouco de distância da zona de rebaixamento

AE, Agência Estado

18 de setembro de 2013 | 08h45

RIO - Um problema inesperado na viagem do Fluminense para Criciúma (SC) passou a ser um novo obstáculo para o time carioca alcançar a vitória sobre o Criciúma, nesta quarta-feira, às 21 horas, no estádio Heriberto Hulse, pela 22.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O avião que levava a delegação de Campinas até Criciúma não obteve autorização para aterrissar na cidade e se deslocou até Florianópolis. De lá, os jogadores tiveram de seguir de ônibus para a cidade sul catarinense.

A viagem, portanto, demorou várias horas a mais que o previsto. Tanto que o check-in no hotel só foi feito às 4 horas da madrugada desta terça - seria na noite de segunda. O cansaço do grupo levou a comissão técnica a alterar a atividade programada para o período da tarde. O Fluminense treinaria no estádio Municipal de Nova Veneza, mas, após uma avaliação das condições dos atletas, fez pequena movimentação no campo do hotel.

Isso irritou o técnico Vanderlei Luxemburgo. Além de considerar o adversário muito perigoso, principalmente quando atua em casa, ele vai ter de lidar com o excesso de desgaste do time - que também tem relação direta com a sequência de jogos pelo Brasileirão.

O Fluminense reagiu nas últimas rodadas e conseguiu um pouco de distância da zona de rebaixamento. Mas ela é mínima. Está com 26 pontos, dois a mais que o Criciúma, que ocupa a 15.ª posição, com a mesma pontuação de São Paulo e Vasco - este na área de descenso.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoFluminense

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.