Fluminense decepciona e empata com Resende

Com o 2 a 2, time tricolor chega a sete pontos e não alcança o Flamengo, que lidera o Grupo A com 9 pontos

13 de março de 2008 | 00h28

A irregularidade do Fluminense foi mais uma vez exposta nesta quarta-feira, com o empate de 2 a 2 com o Resende, no Maracanã. Com o resultado, o Flu chega a sete pontos e não alcança o Flamengo, que lidera o Grupo A com nove pontos. Já o Resende conquista seu segundo ponto na Taça Rio e é o sétimo colocado no Grupo B. O jogo começou animado. Thiago Neves, do Fluminense, e Alexsandro, do Resende, obrigaram os goleiros adversários a fazerem boas defesas. E, já aos cinco minutos, o zagueiro Luiz Alberto aproveitou cobrança de falta de Thiago Neves e, de cabeça, abriu o placar para o Flu. Mas a alegria tricolor durou pouco, já que um minuto depois Alexsandro arrancou do meio-de-campo e chutou forte, cruzado, para empatar para o Resende, num bonito gol. O Fluminense tentava impor sua melhor categoria. Mas o time do Resende não se intimidava e levava perigo ao gol adversário. Assim, aos 24 minutos, Alexsandro mais uma vez deixou sua marca de artilheiro. Aproveitando cruzamento da direita, o atacante de 21 anos tocou de cabeça, por cima, no ângulo de Fernando Henrique, para concretizar a inesperada virada. Fluminense2Fernando Henrique; Gabriel (Rafael    ), Thiago Silva, Luiz Alberto e Junior César; Ygor     (Tartá), Arouca e Thiago Neves (David); Cícero e WashingtonTécnico: Renato GaúchoResende2Márcio    ; Valdir, Marcio costa, Leandro e Marquinhos (Naílton); Beto, Márcio Gomes    , Bruno Reis (Tony) e Léo (Hiroshi); Alexsandro     e Fábio    Técnico: Antônio Carlos RoyGols: Luiz Alberto, aos cinco, Alexsandro, aos seis e aos 24 minutos do primeiro tempo; Cícero, aos 18 minutos do segundo tempoÁrbitro: Eduardo José RodriguesRenda: Não informadoPúblico: Não informadoEstádio: Maracanã Em desvantagem, a equipe do irritado técnico Renato Gaúcho lançava-se ao ataque, mas, sem organização, não conseguia nada além de bolas alçadas na área. Enquanto isso, o Resende recuava e saia bem em contra-ataques, merecendo a vantagem na primeira metade da partida. O panorama não mudou no início do segundo tempo. Aí, Renato Gaúcho foi para o tudo ou nada, trocando o volante Ygor pelo atacante Tartá. A pressão foi aumentando e o empate não tardou, com Cícero aproveitando rebote depois da bola cabeceada por Washington. O Fluminense, então, buscou a vitória de todas as formas, mas esbarrou na retranca adversária.

Tudo o que sabemos sobre:
FluminenseEstadual do Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.