Fluminense derrota Americano por 2 a 0 no Maracanã

Time do técnico Renato Gaúcho não tem problemas para vencer e assumir a liderança do Grupo A

Sílvio Barsetti, O Estado de S. Paulo

15 de março de 2008 | 20h23

O Fluminense assumiu a liderança isolada do Grupo A da Taça Rio, ao vencer o Americano por 2 a 0, neste sábado, no Maracanã. O Tricolor chegou aos 10 pontos, um a mais que o Flamengo, adversário deste domingo do Botafogo, no principal jogo da rodada. Com a derrota, o Americano ficou mais ameaçado ainda de ser rebaixado no Campeonato Carioca.   Veja também:  Em revanche de final, Flamengo põe reservas contra Botafogo  Vasco encara Cardoso Moreira pelo Estadual do Rio   Mais uma vez o Fluminense demonstrou desinteresse pela partida - talvez preocupado apenas com o confronto de quarta-feira pela Libertadores, contra o Libertad, no Paraguai. O técnico Renato Gaúcho poupou alguns titulares e, no decorrer do jogo, com a vitória assegurada, o treinador substituiu mais dois atletas, Thiago Neves e Conca, para evitar o risco de alguma contusão.   Fluminense 2 Fernando Henrique; Rafael, Thiago Silva, Luiz Alberto e Romeu     (Júnior César); Fabinho, Maurício, Conca (David) e Thiago Neves (Tartá); Cícero e Washington Técnico: Renato Gaúcho Americano 0 Wender; Ivan, Ciro    , Gil     e Pirão; Leandro Matera (Rodrigo Ayres), Leandro Leite, Silvan e Rondinelli; Isaías (Bruninho) e Jessé     (Alexandre) Técnico: Toninho Andrade Gols: Thiago Neves, aos 5 minutos do primeiro tempo, e Cícero, aos 12 do Segundo tempoÁrbitro: Robson Soares MangefestiRenda: R$ 49.447,00Público: 5.570 pagantesEstádio: Maracanã Apesar da superioridade técnica, o Fluminense levou sufoco do Americano. O goleiro Fernando Henrique foi o melhor em campo, principalmente no primeiro tempo, quando fez três ótimas defesas, duas delas em chutes fortes do meia Rondinelli.   Thiago Neves abriu o placar, em cobrança de falta, logo no início da partida. No segundo tempo, Thaigo Neves cobrou outra falta e Cícero completou de cabeça, aproveitando uma saída em falso do goleiro Wender.   Chovia muito no Maracanã e o jogo passou a ficar mais sonolento a partir da vantagem tricolor de 2 a 0. A torcida compareceu em pequeno úmero e ensaiou algumas vaias para o Fluminense, cuja atuação também foi criticada por Renato Gaúcho.

Tudo o que sabemos sobre:
Estadual do RioFluminense

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.