Lucas Merçon/ Fluminense FC
Lucas Merçon/ Fluminense FC

Fluminense derrota Sport no Maracanã com gol de David Braz aos 50 minutos

Jogo também fica marcado por susto com José Welison, que precisou ser socorrido de ambulância após um choque de cabeça

Redação, Estadão Conteúdo

06 de novembro de 2021 | 23h26

Com um gol chorado aos 50 minutos do segundo tempo, marcado pelo zagueiro David Braz, o Fluminense se reabilitou no Campeonato Brasileiro ao vencer por 1 a 0 o Sport, neste sábado à noite, no Maracanã, pela 30ª rodada do torneio nacional. O empate sem gols parecia ser o resultado final para a frustração de pouco menos de quatro mil torcedores. A torcida já tinha perdido a paciência e gritava "time sem vergonha" nas arquibancadas. Mas, nos acréscimos, saiu o gol salvador.

Marlon cruzou do lado esquerdo e David Braz saltou entre dois marcadores para desviar de cabeça. A bola tocou na trave esquerda e entrou aos 50 minutos. A torcida explodiu nas arquibancadas e passou a cantar feliz da vida: "Para pra ver que começou o show do meu tricolor".

Vindo de derrotas para Ceará e Santos, o time carioca também desencantou no ataque, porque não balançava as redes há três jogos. Com 42 pontos, vai terminar a rodada em oitavo lugar. Dono do pior ataque, com apenas 17 gols, o Sport continua na 17.ª posição, com 30 pontos e ameaçado pelo rebaixamento.

O Fluminense foi melhor no primeiro tempo, com mais volume e mais finalizações. Chutou nove vezes, contra apenas três do Sport, bastante recuado e tímido nos contra-ataque. Apesar do domínio em campo, o time carioca não conseguia as infiltrações e não criava chances para finalizar dentro da área, em melhores condições de gol.

Até o experiente Fred tentou vir buscar o jogo no meio-campo, na tentativa de abrir espaços para furar o bloqueio defensivo pernambucano. Aos 16, Fred até balançou as redes, após receber um passe recuado de Samuel Xavier. Mas o lateral estava impedido quando recebeu o lançamento. O VAR foi acionado e anulou o gol. A outra boa chance saiu somente aos 38, quando Fred rolou para Jhon Kennedy, mas ele errou e isolou a bola por cima do travessão.

No intervalo, o técnico Marcão optou pela entrada de Cazares no lugar de Jhon Arias. Mas o Sport se comportou bem em campo, ocupando bem os espaços e não dando chances para o Fluminense. Além disso, passou a se arriscar no ataque. Ameaçou num chute de Sander, mesmo sem ângulo, e que Marcos Felipe espalmou para escanteio aos 13 minutos.

A melhor chance do jogo aconteceu aos 27, quando Cazares foi lançado pelo lado direito e levantou para o outro lado. Luiz Henrique, de frente, bateu de primeira. A bola saiu em diagonal, passou pelo goleiro Mailson e tocou na trave esquerda. Ela ainda passou por trás do goleiro e saiu do lado esquerdo. Cazares ainda armou jogadas para finalizações de Lucca, de cabeça, e de Caio Paulista, para fora.

Após os 45 minutos, a torcida passou a vaiar. Mas nos acréscimos, saiu o gol da vitória. Na 31ª rodada, o Fluminense vai enfrentar o Grêmio, terça-feira, às 21h30, em Porto Alegre (RS). O Sport jogará na quarta-feira em casa diante do América-MG.

AMBULÂNCIA

Passados os lances de perigo, um susto. José Welison, volante do Sport, subiu na dividida com Lucca e ao cair bate a cabeça no chão. Ficou desacordado por alguns instantes e deixou o campo de ambulância, ainda com dificuldades de respirar. Foi encaminhado para um hospital para exames detalhados.

FICHA TÉCNICA:

FLUMINENSE 1 x 0 SPORT

FLUMINENSE - Marcos Felipe; Samuel Xavier, Nino, David Braz e Marlon; André, Martinelli (Yago Felipe), Arias (Cazares) e Luiz Henrique (Lucca); Fred (Caio Paulista) e Jhon Kennedy (Abel Hernández). Técnico: Marcão.

SPORT - Mailson; Everthon, Rafael Thyere (Pedro Henrique), Sabino e Sander; Marcão Silva, José Welison (Cristiano), Hernanes e Luciano Juba (Ronaldo Henrique); Paulinho Mocellin e Tréllez (Everton Felipe). Técnico: Gustavo Floretin.

GOL - David Braz, aos 50 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Marlon (Fluminense); Luciano Juba (Sport).

ÁRBITRO - Jefferson Ferreira de Moraes (GO).

RENDA - R$ 113.799,50.

PÚBLICO - 3.677 pagantes (3.870 total).

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.