Fluminense descarta acerto com volante Fabinho

Presidente da Unimed, Celso Barros, se mostra irritado com imbróglio da negociação

07 de janeiro de 2008 | 18h56

Agora quem não quer mais negócio é o Fluminense. Depois de semanas tentando a contratação do volante Fabinho, do Toulouse, a diretoria tricolor não se animou com a notícia de que o clube francês havia liberado o jogador para voltar ao Brasil e garantiu que não tem mais interesse em repatriá-lo. Veja também: Volante Fabinho é liberado e pode retornar ao Brasil"Com a chegada do Ygor, fechamos o grupo", disse Celso Barros, presidente da patrocinadora do clube, a Unimed. "A negociação com o Fabinho foi muito tumultuada e não poderíamos ficar aguardando indefinidamente".Assim, todos os jogadores para a temporada 2008 já estão treinando em Vitória (ES), onde a equipe se prepara para a estréia no Campeonato Carioca, no dia 19, contra o Cardoso Moreira. O elenco se completou com as chegadas de Ygor e do meia argentino Conca. Para alegria do técnico Renato Gaúcho. "Ninguém vai ficar para trás (no aspecto físico). Vai jogar quem estiver melhor, não importa nome ou salário", garantiu Renato.

Tudo o que sabemos sobre:
FluminenseLibertadoresEstadual do Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.