Lucas Merçon / Fluminense
Lucas Merçon / Fluminense

Fluminense desembarca em Montevidéu para jogo da Sul-Americana

Equipe quer esquecer derrota para o Internacional para avançar contra o Defensor

Estadão Conteúdo

14 Agosto 2018 | 20h50

Poucas horas após sofrer dura derrota para o Internacional por 3 a 0, pelo Brasileirão, a delegação do Fluminense "virou a chave" e desembarcou em Montevidéu, no Uruguai, nesta terça-feira. Na quinta, o time carioca fará o jogo da volta contra o Defensor em busca de uma vaga nas oitavas de final da Copa sul-americana.

Os jogadores se reapresentaram na manhã desta terça, após o revés no Brasileirão, no Maracanã. Após o treino, o grupo embarcou no período da tarde para a capital uruguaia. Para este jogo, o Fluminense entrará em campo em vantagem por ter vencido o jogo de ida por 2 a 0.

"A gente tem que virar a chave, não tem outra saída. A Sul-Americana é uma competição diferente, eliminatória. Vencemos o primeiro jogo por 2 a 0 e vamos jogar o segundo lá, são mais 90 minutos", prega o goleiro Júlio César, que pede para o time esquecer o resultado adverso de segunda. "É ter tranquilidade, sabendo vai ser difícil, mas que temos que condição de chegar lá e trazer a classificação."

Apesar disso, o goleiro não deixou de comentar o resultado contra o Inter. Na sua avaliação, o time tricolor precisa extrair boas lições da derrota de 3 a 0. "Acho que a equipe não se encontrou, não conseguimos produzir e fazer aquilo que nós sabemos e o que o nosso treinador e a torcida esperam. Temos que aprender com as lições dos erros que cometemos e digerir o que aconteceu, sabendo que quinta-feira já temos uma decisão."

Com a classificação praticamente encaminhada na Sul-Americana, o goleiro já pensa no duelo do fim de semana, contra o América-MG, pela última rodada do primeiro turno do Brasileirão. "No domingo temos o último jogo do turno, que vai ser um jogo muito importe também. Temos que vencer para fechar o turno com 25 pontos", prevê.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Fluminense futebol Copa Sul-americana

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.