Marcos de Paula/AE
Marcos de Paula/AE

Fluminense e Botafogo fazem duelo decisivo por título

Times cariocas se enfrentam no Engenhão neste sábado. Seis pontos separam as duas equipes

LEONARDO MAIA, Agência Estado

27 de agosto de 2011 | 07h36

RIO - Ao fim do clássico entre Fluminense e Botafogo - a bola rola neste sábado, às 18 horas, no Engenhão - comissão técnica e jogadores vão fazer um balanço do primeiro turno e dos objetivos traçados no início do Campeonato Brasileiro. Os alvinegros contam com a vitória para satisfazer plenamente a meta traçada, terminar na zona de classificação para a Copa Libertadores, com o bônus de se manter próximos ao líder. Os tricolores, por sua vez, clamam pelo triunfo sob pena de uma derrota provocar abatimento irrecuperável na luta pelo bicampeonato.

Enquanto os botafoguenses tem um balanço positivo a fazer de sua campanha até certo ponto surpreendente - com o time se reforçando ao longo da competição e rapidamente encontrando um bom entrosamento sob o comando de Caio Júnior -, o Fluminense lamenta um rendimento abaixo das expectativas para quem traz o brasão de atual campeão brasileiro no peito do uniforme e trouxe o técnico Abel Braga com status de ídolo.

Os números do Botafogo são convincentes. São quatro vitórias nos últimos quatro jogos no Engenhão, pelo Brasileirão, com 13 gols marcados. Aí incluídos os 4 a 0 sobre o Vasco, no início do mês, que só alimenta a confiança para mais um clássico estadual. "Contra o Vasco a gente se comportou muito bem e vamos usar um dos melhores jogos nossos no ano como espelho. Dá para tirar proveito de muita coisa boa que fizemos e ser lição para o decorrer do campeonato", disse o lateral-direito Lucas.

Para a trupe das Laranjeiras não há muita opção a não ser vencer. Com 25 pontos (a seis do Botafogo) e na nona colocação, os tricolores ainda se apegam ao histórico recente de grandes reações no Brasileirão para sonhar em superar a inconsistência e entrar em definitivo na luta pelo topo da tabela. "O exemplo mais recente é o Grêmio, no ano passado, que estava na zona de rebaixamento, foi campeão do segundo turno e chegou à Libertadores", lembrou Abel Braga. "Esse momento pode mudar e queremos ser campeões".

Para enriquecer ainda mais o clássico, ambos os técnicos vão ter suas estrelas em campo. Recuperado de uma lesão no joelho direito, Loco Abreu volta ao comando de ataque botafoguense. No Fluminense, Fred, que tem quatro gols em cinco jogos contra o Botafogo, treinou sem se queixar das dores na coxa e forma dupla com Rafael Moura.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.