Fluminense é condenado a pagar Ramon

A Justiça do Rio condenou nesta terça-feira o Fluminense a pagar indenização no valor de R$ 140 mil para o meia Ramon, jogador do próprio clube. A ação foi movida contra o Tricolor por causa do não pagamento dos salários de Ramon em 2001, quando o atleta jogou por empréstimo nas Laranjeiras. De acordo com Ramon, o Fluminense somente teria pago a primeira das três parcelas do empréstimo. Em sua defesa, o clube alegou que o documento apresentado pelo jogador era irregular e que também não havia firmado contrato de imagem. O juiz em exercício na 29.ª Vara Cível no Rio, Sidney Rosa, refutou o argumento do Fluminense. ?O réu, em sua confusa contestação, não reconhece a dívida. Mas não trouxe qualquer prova das alegações.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.