Photocamera
Photocamera

Fluminense empata com o Atlético-PR fora de casa por 2 a 2

Equipe carioca chega aos 54 pontos e reassume a liderança do Campeonato Brasileiro

JULIO CESAR LIMA, Agência Estado

24 de outubro de 2010 | 19h11

CURITIBA - Um gol de pênalti marcado por Dario Conca aos 43 minutos do segundo tempo, neste domingo, garantiu o empate do Fluminense contra o Atlético Paranaense por 2 a 2, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR), em partida válida pela 31.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Veja também:

BRASILEIRÃO - lista Resultados | tabela Classificação

O resultado deixou o Fluminense com 54 pontos, empatado na liderança com o Cruzeiro, mas em vantagem no saldo de gols (18 a 11). Após estar duas vezes à frente do placar, o Atlético Paranaense desperdiçou a chance de entrar no G-4 - está com 47 pontos, na sétima colocação.

O primeiro tempo mostrou duas equipes aplicadas na marcação, mas com pouca criatividade no ataque. Ainda assim, o Atlético Paranaense foi ligeiramente superior e criou as melhores chances. Na principal delas, aos 42 minutos, Guerrón foi lançado nas costas da defesa e bateu com perigo, para fora.

Na segunda etapa, porém, o ritmo mudou. E o primeiro gol saiu logo aos 16 minutos, quando Paulo Baier cruzou uma bola para a área e o atacante Washington, ex-Atlético, desviou para o próprio gol. Em desvantagem, Muricy Ramalho colocou o time das Laranjeiras mais à frente. E chegou aos empate com Marquinho, que apanhou rebatida da defesa e, de fora da área, acertou bonito chute no canto esquerdo.

Sergio Soares, então, trocou o volante Vitor pelo atacante Nieto e foi em busca da vitória. Em jogada iniciada por Guerrón, aos 38, Wagner Diniz cruzou da direita, Nieto errou o chute e a bola sobrou para Diniz colocar o Atlético-PR novamente em vantagem.

Mas aos 42 minutos, Ivan González cometeu pênalti em Tartá. Um minuto depois, Dario Conca cobrou com perfeição e voltou a empatar para o Fluminense. No final da partida, os jogadores do Atlético ainda reclamaram de um pênalti não marcado em cima de Guerrón, o que não aconteceu.

Na opinião do lateral Wagner Diniz, o time mostrou boa postura em campo, ainda que não tenha conquistado os três pontos. "A alegria não é completa, estou feliz por ter feito o gol, mas triste pela equipe não conseguir um resultado melhor", disse.

Na quinta-feira, o Fluminense recebe o Grêmio, às 21 horas, enquanto o Atlético Paranaense enfrenta o São Paulo fora de casa.

  Atlético-PR - 2 - Neto; Elder Granja (Wagner Diniz), Manoel, Rhodolfo e Paulinho; Chico, Vítor (Nieto), Paulo Baier e Branquinho (Ivan González); Bruno Mineiro e Guerrón. Técnico: Sérgio Soares.

  Fluminense - 2 - Ricardo Berna; Thiaguinho, Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos (Julio Cesar); Diogo (Fernando Bob), Diguinho, Marquinho e Dario Conca; Rodriguinho (Tartá) e Washington. Técnico: Muricy Ramalho.

Árbitro - Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP).

Gols - Washington (contra), aos 16, Marquinho, aos 25, Wagner Diniz, aos 38, e Dario Conca, aos 43 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Paulinho, Tartá, Bruno Mineiro, Carlinhos e Rodriguinho.

Renda - R$ 425.490,00.

Público - 22.132 pagantes.

Local - Arena da Baixada, em Curitiba.

Atualizado às 21h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.