Ricardo Ayres/Divulgação
Ricardo Ayres/Divulgação

Fluminense empata com o Coritiba e desaponta a torcida

Resultado deixa os dois times longe do G-4 do Brasileirão

SÍLVIO BARSETTI, Agência Estado

21 de setembro de 2013 | 20h53

RIO - O Fluminense chegou ao sexto jogo invicto, mas desapontou a sua torcida ao empatar com o Coritiba por 1 a 1, neste sábado, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, pela 23.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado deixou as duas equipes em posição intermediária na tabela de classificação - o time carioca com 30 pontos e o paranaense com 31.

O jogo esteve mais para os visitantes, mais efetivos no primeiro tempo, embora tenham sido acuados na segunda etapa. Lincoln abriu o placar e Gum empatou para o Fluminense. No minuto final, o time carioca se livrou da derrota, em um lance em que a trave impediu gol de Emerson Santos.

Desfalcado de seu principal jogador, o meia Alex, o Coritiba foi o dono do primeiro tempo. Criou quatro oportunidades reais de gol, enquanto que o Fluminense não deu sequer um chute a gol na etapa. Logo no início ficou clara que a escalação tricolor, com três volantes, não funcionava. A marcação exercida pelos paranaenses era forte e bem executada e a bola não chegava para Wagner e tampouco para Rafael Sóbis.

Aos 16 minutos, Vitor Júnior cobrou falta e a bola bateu no travessão. Pouco depois, Escudero cruzou da esquerda e Lincoln subiu entre os dois zagueiros para fazer 1 a 0 de cabeça. Antes da ida para o intervalo, o prejuízo do Fluminense poderia ter sido pior. Diego Cavalieri evitou com ótima antecipação o segundo gol do Coritiba. Depois de muitas vaias, o técnico Vanderlei Luxemburgo resolveu mudar. Trocou Diguinho por Biro Biro e Carlinhos por Ronan. As alterações surtiram efeito rapidamente. Aos 5 minutos, Biro Biro cruzou e o zagueiro Gum completou.

O empate "incendiou" o Maracanã, que recebeu bom público - mais de 34 mil pessoas. O time da casa parecia outro, com mais disposição e atitude. Wagner quase desempatou com um chute de fora da área, em que a bola bateu na trave. Rafael Sóbis e Rafinha, expulso nos acréscimos, também quase marcaram. Mas, em um contra-ataque do Coritiba, aos 45 minutos, Emerson Santos só não decretou a vitória porque a trave mais uma vez evitou o gol.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 1 x 1 CORITIBA

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Bruno, Gum, Anderson e Carlinhos (Ronan); Edinho, Diguinho (Biro Biro), Wagner e Rafinha; Rhayner (Samuel) e Rafael Sóbis. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

CORITIBA - Vanderlei; Victor Ferraz, Luccas Claro (Bonfim), Chico e Escudero; Gil, Bottinelli (Cadu), Robinho e Lincoln (Emerson Santos); Vitor Júnior e Jânio. Técnico: Marquinhos Santos.

GOLS - Lincoln, aos 30 minutos do primeiro tempo; Gum, aos 5 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Bottinelli, Bonfim, Vanderlei, Escudero e Gil (Coritiba).

CARTÃO VERMELHO - Rafinha (Fluminense).

ÁRBITRO - Wagner Reway (MT).

RENDA - RS 501.840,00.

PÚBLICO - 28.550 pagantes (34.397 no total).

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoFluminenseCoritiba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.