Lucas Merçon/Fluminense
Lucas Merçon/Fluminense

Fluminense encaminha a venda do lateral-direito Gilberto para o Benfica

Jogador deve se juntar ao novo time do técnico Jorge Jesus ainda nesta semana, antes mesmo do Campeonato Brasileiro

Redação, O Estado de S.Paulo

05 de agosto de 2020 | 12h17

O Fluminense está muito perto de acertar a venda dos direitos econômicos do lateral-direito Gilberto. Ex-técnico do Flamengo, o português Jorge Jesus pediu em sua chegada ao Benfica a contratação do jogador de 27 anos após boas atuações nas finais do Campeonato Carioca. O clube de Lisboa já fez uma proposta aos cariocas, que respondeu dizendo que aguarda a respostas de uma contraproposta.

"O Fluminense informa que recebeu uma proposta do Benfica pelo lateral-direito Gilberto, fez uma contraproposta e está aguardando resposta", afirmou o clube tricolor em uma nota oficial emitida nesta quarta-feira.

Com o início do trabalho de Jorge Jesus em Portugal, a diretoria do Benfica intensificou as negociações com o Fluminense. Especula-se que o valor da transferência fique em torno de 3 milhões de euros (cerca de R$ 18,7 milhões), sendo que o time das Laranjeiras é dono de 50% dos direitos econômicos do atleta.

Gilberto chegou ao Fluminense em 2018, emprestado pela Fiorentina após passagem no Vasco. Com oito gols naquela temporada, foi contratado em definitivo pelo clube tricolor por 80 mil euros (cerca de R$ 360 mil na cotação atual) e tem vínculo até o final de junho de 2022.

Revelado pelo Botafogo, o lateral-direito já teve passagem no futebol europeu entre 2014 e 2017, atuando em outros clubes italianos como o Verona e o Latina, este atualmente na Série B do país. Gilberto também vestiu a camisa do Internacional.

Por conta das negociações, o jogador não enfrentará no Grêmio neste domingo, em Porto Alegre, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Igor Julião e Lucas Calegari disputam para saber quem será o substituto na posição. Além de Hudson, volante de origem, que pode ser improvisado na lateral direita pelo técnico Odair Hellmann.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.