Fluminense encara o Criciúma para se aproximar do G-4

Fluminense encara o Criciúma para se aproximar do G-4

Times duelam com objetos diferentes: enquanto cariocas buscam vaga na Libertadores, equipe catarinense foge da zona da degola

Estadão Conteúdo

18 de outubro de 2014 | 07h17

O Fluminense tenta se aproximar do G-4 do Campeonato Brasileiro neste sábado em jogo com o Criciúma, às 18h30, no estádio do Maracanã, no Rio, pela 29.ª rodada. O time tem alternado bons e maus resultados nas últimas rodadas e o técnico Cristóvão Borges continua sob pressão. O clube chegou a liderar a competição e foi perdendo posições gradativamente. Está em oitavo lugar.

"É claro que o meu futuro, assim como o de todo mundo no futebol, obedece a uma simples regra: ganhar. Se não há resultado, tem mudança. Se o Flu não ganhar, tudo pode acontecer", disse o treinador, admitindo que a sua situação corre risco no clube.

A partida vai marcar a estreia do zagueiro Guilherme Mattis no time tricolor. Ele foi contratado ao Bragantino. O Fluminense estará desfalcado de Diguinho e Cícero, ambos com problemas médicos.

Para Cristóvão Borges, o Fluminense tem de ficar alerta com o adversário, que luta contra o rebaixamento. Lembrou que o time de Santa Catarina vem de uma vitória bastante expressiva - 3 a 0 sobre o Santos, na última rodada do Brasileirão.

Ele pediu apoio da torcida e também paciência porque acredita que o Criciúma possa armar um forte esquema defensivo para tentar surpreender nos contra-ataques. O atacante Fred está confirmado na equipe a vai fazer dupla de frente com Walter.

CRICIÚMA
Na luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro, o Criciúma está em pior situação entre os times catarinenses. Dentro da zona da degola, a equipe apresenta campanha irregular: praticamente só consegue pontuar dentro de casa.

O clube tricolor vem de uma vitória por 3 a 0 em cima do Santos, em casa. Porém, na partida retrasada perdeu do lanterna Coritiba como visitante. "Vai ser um jogo difícil. O adversário tem muita qualidade e também está pressionado por um resultado. Meu desafio é buscar na minha equipe a mesma postura dos jogos dentro de casa", disse o treinador Gilmar Dal Pozzo.

O time terá três desfalques para a partida. O meia Cleber Santana recebeu o terceiro cartão amarelo no último jogo e está suspenso. O goleiro Galatto e o meia Paulo Baier não viajaram para o Rio. Eles ficaram em Criciúma (SC), se recuperando de lesões no departamento médico.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoFluminense

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.