Fluminense encara o São Paulo em busca de afirmação

Embora tenha negado favoritismo do Fluminense no duelo deste domingo contra um São Paulo em crise, a partir das 16 horas, no Morumbi, o técnico Vanderlei Luxemburgo acredita que o time carioca possa explorar o grave momento por que passa o adversário para tirar proveito da intranquilidade são-paulina e voltar para o Rio com mais três pontos no Campeonato Brasileiro. Ele falou sobre isso com os jogadores em mais de uma reunião durante a semana.

AE, Agência Estado

25 de agosto de 2013 | 08h25

Luxemburgo também fez um alerta: o São Paulo necessita urgentemente de um resultado que atenue a crise no clube e derrotar o atual campeão brasileiro poderia representar o primeiro passo de uma reviravolta são-paulina. Para ele, a situação atípica do adversário, na zona do rebaixamento, e a fase irregular do Fluminense, que ocupa posição intermediária na tabela de classificação, não muito distante do grupo que ocupa a faixa de descenso, tornam o duelo mais imprevisível do que já seria.

"É uma briga boa. Nós queremos a vitória como afirmação de um trabalho que vem crescendo aos poucos e o São Paulo, para tentar respirar um pouco mais aliviado no Brasileiro. Sabemos que eles vêm com tudo para cima e não podemos errar", declarou o treinador do Fluminense.

Para jogar no Morumbi, Luxemburgo deve optar pelo esquema tático 4-3-3, com orientação para que os volantes Diguinho e Edinho sejam implacáveis na marcação e o também volante Jean consiga fazer a ligação com o ataque, setor em que a esperança de gols do Fluminense reside em Fred, apesar de o reserva Samuel ter crédito com o treinador e a torcida pelas últimas atuações - ele pode até sair jogando, na vaga de Rafael Sóbis, que não está muito bem fisicamente.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoFluminense

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.