Fluminense encara Volta Redonda pela vaga na final

Como a prioridade do Fluminense no semestre é a Copa Libertadores, o técnico Abel Braga não foi tão incisivo com seus jogadores para que superem o Volta Redonda, neste domingo, a partir das 16 horas, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, a fim de confirmar classificação para a final da Taça Rio. Claro que o técnico quer a vaga para a decisão do segundo turno do Campeonato Carioca, o que pode vir até com um empate, mas sabe que o time tem um compromisso complicado, na quinta-feira, contra o Emelec, no Equador, no início do mata-mata da competição continental.

SILVIO BARSETTI, Agência Estado

28 de abril de 2013 | 07h05

De todo modo, escalou a "força máxima" que tem em mãos. Fred continua contundido e é um sério desfalque para o clube tricolor. Além dele, outro que ficará fora é o zagueiro Gum, também com problemas médicos. Thiago Neves, recuperado de uma lesão muscular, mas sem condições físicas ideais, vai ficar no banco de reservas.

Para Abel Braga, o rótulo de favorito pode ser prejudicial para o time. Isso porque leva a torcida a pressionar a equipe logo em busca de um gol. Embora a partida seja disputada em Volta Redonda, os tricolores devem representar pelo menos 80% do público. "Aumenta a nossa responsabilidade. Não gosto desse negócio de favoritismo", declarou.

O técnico elogiou o Volta Redonda e lembrou de outra partida decisiva entre as duas equipes - a final do Campeonato Carioca de 2005, em dois confrontos. No primeiro, o time da Cidade do Aço venceu por 4 a 3. Na outra, no Maracanã, chegou a fazer 1 a 0, mas acabou derrotada pelo Fluminense por 3 a 1, com o gol derradeiro marcado aos 47 minutos do segundo tempo. "Essa semifinal tem outra característica, temos a vantagem do empate, mas é um jogo extremamente perigoso".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato CariocaFluminense

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.