Sergio Moraes/AE - 7/12/2009
Sergio Moraes/AE - 7/12/2009

Fluminense enfrenta o América-RJ sem o argentino Conca

Técnico Cuca ainda não definiu o substituto do argentino para o confronto deste sábado no Engenhão

AE, Agencia Estado

13 de março de 2010 | 08h02

O técnico Cuca tem um belo de um problema nas mãos para armar o Fluminense para o confronto deste sábado contra o América, às 19h30, no Engenhão, pela quarta rodada da Taça Rio (segundo turno do Campeonato Carioca).

Ele não terá seu principal jogador para a partida. Não, não se trata de Fred. E sim de Conca. O pequenino meia é tido por todos no clube como o coração e a mente tricolores. Responsável pela criação e pela velocidade da equipe. "Ele é o nosso motorzinho. Se o Conca vai bem, o time vai bem. Quando não está tão bem, o ataque sofre", opinou Marquinhos, um dos cotados para assumir o posto do argentino.

Cuca pensa em algumas possibilidades, além de Marquinhos, como a entrada de Willians ou Thiaguinho. Mas a que mudaria mais a cara do time seria uma formação mais audaciosa, com Wellington Silva, André Lima e Fred na equipe.

"O Wellington Silva é titular contra o América. Só não sei se no meio-de-campo ou no ataque", disse Cuca, antecipando o cenário no qual teria uma dupla ofensiva com dois centroavantes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.