Fluminense espera apoio da torcida na Libertadores

Expectativa é que 40 mil torcedores compareçam ao Maracanã nesta quarta, para o jogo contra o Arsenal

Redação,

03 de março de 2008 | 20h13

O técnico Renato Gaúcho convocou a torcida para comparecer em massa no jogo desta quarta-feira entre Fluminense e Arsenal, no Maracanã, pela Copa Libertadores. Até a tarde desta segunda-feira, apenas sete mil bilhetes haviam sido vendidos, mas a expectativa da diretoria do clube é de que mais de 40 mil pessoas estejam no estádio querendo levar o Fluminense à vitória.Pelos cálculos do treinador, o Fluminense precisa ganhar todos os jogos em casa, na primeira fase da competição, para garantir a classificação. "Em Libertadores, todos os confrontos fora de casa são muito complicados."Em quase uma hora de conversa com a equipe, nesta segunda, nas Laranjeiras, Renato Gaúcho advertiu o grupo sobre a provável ‘catimba’ do time argentino. Pediu aos atletas que não "caíssem no jogo do adversário". "Temos que jogar futebol e deixar esses aspectos a critério do árbitro."Pó-de-arrozProibido desde 1999 nos estádio do Rio, o pó-de-arroz poderá ser levado pelos tricolores no jogo desta quarta-feira, graças a uma liminar obtida por advogados torcedores do clube. Faz parte da tradição do Fluminense que seus atletas sejam saudados com pó-de-arroz toda vez que entrem em campo.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa LibertadoresFluminense

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.