Nelson Perez/Divulgação
Nelson Perez/Divulgação

Fluminense estreia na Taça Rio com vitória sobre Audax

Com os titulares em campo, time de Abel Braga vence com placar magro de 1 a 0

TIAGO ROGERO, Agência Estado

17 de março de 2013 | 20h44

Com os titulares em campo, o Fluminense estreou bem na Taça Rio neste domingo: com vitória sobre o Audax, no Engenhão, por 1 a 0. Atual campeão Carioca, o time das Laranjeiras quer conquistar o segundo turno para chegar à final do estadual e disputar o título com o Botafogo, que venceu a Taça Guanabara.

Foi a recuperação do Flu depois de dois jogos sem vitória no Engenhão: o empate com o Huachipato (CHI), pela Libertadores, e a derrota para o Vasco, na semifinal da Taça Guanabara. O técnico Abel Braga só não colocou em campo, dos titulares, os meias Thiago Neves, lesionado, e Deco, poupado. Em seus lugares, Wagner e Rhayner.

O primeiro tempo foi fraco, sob forte chuva a partir dos 20 minutos. As (poucas) melhores chances foram do Audax, mas Diego Cavalieri salvou o Fluminense. Aos 35 minutos, Hyuri foi lançado sozinho, invadiu a área e tocou rasteiro, mas o goleiro do foi rápido e defendeu.

Menos de um minuto depois, após saída de bola errada da defesa, novamente um jogador do Audax ficou de frente para Cavalieri: Denilson, mas o goleiro salvou o Flu de novo. Os jogadores do time visitante reclamaram muito de um pênalti não marcado aos 36: Hyuri entrou na área e caiu depois de ter o calção puxado por Gum.

Na volta do intervalo, Abel Braga mostrou insatisfação com a atuação da equipe e deixou claro que cobrou muito no vestiário. "Gostei até os 25 minutos, depois paramos e só observamos. Só vamos jogar quando tomarmos gol?".

E, logo no começo do segundo tempo, o Fluminense criou mais do que havia criado em toda a primeira etapa. No primeiro minuto, Wellington Nem cabeceou no canto e Rafael defendeu. Dois minutos depois, Jean acertou belo chute de fora da área e a bola acertou o travessão. No rebote, cruzamento para a área e Nem tentou um voleio, que passou raspando a trave.

E a mudança de postura rendeu fruto aos sete minutos: após ótima troca de passes, Bruno foi lançado dentro da área e tocou de primeira - Wellington Nem chegou rápido, de carrinho, e completou para o gol.

O Fluminense ainda acertou a trave por duas vezes num lance aos 29, com Wagner e depois Leandro Euzébio, que, sem goleiro, conseguiu atingir o poste. O atacante Fred também desperdiçou o seu: ao ser lançado cara a cara com Rafael, tocou fraco e o goleiro defendeu. O Audax ainda perdeu o experiente Fabiano Eller, expulso, no fim do jogo.

FLUMINENSE 1 X 0 AUDAX

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Bruno (Wallace) Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Jean, Rhayner (Rafael Sobis) e Wagner (Felipe); Wellington Nem e Fred. Técnico: Abel Braga.

AUDAX - Rafael; Adriano, Anderson Luis, Fabiano Eller e Diego Maia; Andrade, Leandro Bonfim (Wellington), Camacho e Denilson; Rômulo (André) e Hyuri (Bruno Andrade). Técnico: Maurício Barbieri.

GOLS - Wellington Nem, aos 7 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Antonio Frederico Schneider (RJ).

CARTÃO AMARELO - Denilson e Camacho (Audax); Carlinhos e Wellington Nem (Fluminense).

CARTÃO VERMELHO - Fabiano Eller (Audax).

RENDA - R$ R$ 38.630,00.

PÚBLICO - 2.800 pagantes.

LOCAL - Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.