Fluminense festeja rara ausência de lesões no elenco

Nesta quarta-feira, os médicos do Fluminense comemoraram o fato de não haver nenhum atleta do clube contundido. Faltando 13 rodadas para o término do Campeonato Brasileiro, um campeonato de muitas viagens e jogos desgastantes, o fato é uma raridade e foi também ressaltado pelo técnico Abel Braga na conversa com os atletas, a fim de mostrar o nível de profissionalismo do clube tricolor.

AE, Agência Estado

19 de setembro de 2012 | 21h33

A intenção do treinador foi a de dar uma motivação a mais para a equipe, que enfrenta no sábado o Náutico, em Volta Redonda (RJ), onde vai buscar se reabilitar da derrota para o lanterna Atlético Goianiense na rodada anterior. Nesta quarta, Abel Braga parecia mais calmo, depois de três dias em que fez questão de demonstrar a sua irritação com o tropeço contra os goianos.

Em entrevista na sede do clube, o lateral-direito Bruno disse que uma das principais características do Fluminense é a seriedade e que o grupo segue focado no título do Brasileirão. Por isso, a necessidade de se manter na liderança da competição, ao fim da próxima rodada. Para isso, basta vencer o Náutico.

"No nosso time não existe essa de salto alto. Nos treinos e nos jogos, todo mundo entra em campo com seriedade. No Brasileiro, todos os jogos são como se fossem finais. Temos que corrigir erros e nos aperfeiçoar para chegar ao título", disse o lateral-direito.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminenseelenco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.