Fluminense fica no empate com América

Equipe tricolor chega aos 10 pontos e pode perder liderança do Grupo A para o rival Flamengo

Leonardo Maia, Agencia Estado

13 de março de 2010 | 21h48

Com alguns desfalques importantes, principalmente do meia Conca, o Fluminense jogou mal e acabou empatando com o América por 1 a 1, na noite deste sábado, no Engenhão. A partida foi válida pela quarta rodada da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca.

O empate levou o Fluminense aos 10 pontos no Grupo A. Agora, ele torce por um tropeço do Flamengo, que tem nove pontos e enfrenta o Vasco neste domingo, para se manter na liderança da chave. Já o América, com sete pontos no Grupo B, ainda sonha com a vaga nas semifinais.

Logo com 10 segundos de jogo, o zagueiro Fábio Braz, do América, tentou intimidar o jovem Wellington Silva, com um encontrão em suas costas. Não adiantou muito. O atacante do Fluminense, de apenas 17 anos, mostrava personalidade mesmo nas jogadas em que não obtinha sucesso.

Ainda era cedo para traçar um panorama da partida quando o árbitro Luiz Antônio dos Santos exagerou ao expulsar um jogador de cada time, Everton e Jones, por um desentendimento dentro de campo.

Com dois jogadores a menos em campo, os espaços se abriram, mas a qualidade técnica era baixa. Ainda assim, houve algumas chances de gol, principalmente para o América: aos 19, Paty quase abriu o placar com chute cruzado; e aos 33, Adriano acertou o travessão.

Mas quem abriu o placar foi o Fluminense. Aos 35 minutos, Mariano enfiou uma linda bola para Marquinho desviar: 1 a 0. O América, porém, reagiu aos 45, quando Júnior fez boa jogada e marcou o gol de empate.

Um temporal desabou no Rio no início da segunda etapa, prejudicando o jogo. O Fluminense voltou um pouco mais ligado e passou a pressionar. Mas o América conseguiu equilibrar as ações.

Aos 26 minutos, aconteceu um lance bizarro. Num cruzamento despretensioso para a área, Rafael tentou encaixar a bola molhada e ela espirrou para trás, batendo na trave esquerda. Quase um gol contra do goleiro do Fluminense.

Mesmo com sua equipe dando espaço ao adversário, o técnico Cuca arriscou em busca da vitória. Tirou o volante Diogo e lançou o atacante André Lima. Mas não adiantou. Quem quase marcou foi o América, em duas oportunidades. Assim, o Fluminense saiu do Engenhão com o empate.

FICHA TÉCNICA:

América 1 x 1 Fluminense

América - Roberto; Claudemir, Fábio Braz, Luciano Almeida e Gerson (Bruno Reis); Júnior, Mael, Osmar (Da Costa) e Jones; Adriano e Paty (Daniel Morais). Técnico - Gabriel Vieira.

Fluminense - Rafael; Leandro Euzébio, Dalton e Cássio; Mariano, Diogo (André Lima), Everton, Thiaguinho (Dieguinho) e Marquinho; Wellington Silva (Alan) e Fred. Técnico - Cuca.

Gols - Marquinho, aos 35, e Júnior, aos 45 minutos do primeiro tempo.

Árbitro - Luiz Antônio Silva dos Santos.

Cartão amarelo - Leandro Euzébio, Cássio, Dieguinho, André Lima, Fábio Braz, Gerson e Júnior.

Cartão vermelho - Jones e Everton.

Renda - Não disponível.

Público - 2.226 pagantes.

Local - Estádio do Engenhão, no Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.