Fluminense ganha de virada da Cabofriense: 3 a 1

Mesmo sem atuar bem, o Fluminense venceu a Cabofriense, de virada, por 3 a 1, neste domingo à noite, no segundo jogo da rodada dupla no Maracanã (no primeiro o Botafogo goleou o Friburguense por 7 a 0). Apesar do triunfo, o time tricolor mostrou que está longe de apresentar um desempenho satisfatório para um grande clube, que busca conquistar o título da Taça Rio, segundo turno do Estadual do Rio. A Cabofriense não se intimidou por atuar no Maracanã e, ajudada pela torcida do Botafogo, que permaneceu no estádio, abriu o placar aos 17 minutos do primeiro tempo. Cruzamento da esquerda, o atacante William dominou a bola no peito, se livrou do zagueiro Ivan e chutou sem defesa para o goleiro Fernando Henrique. Os minutos iniciais deram a impressão de que a estréia de Joel Santana no comando do Fluminense seria um desastre. Mas no final prevaleceu a melhor qualidade técnica dos tricolores. Aos 30 minutos, após confusão na área a bola sobrou para o atacante Alex Dias empatar. Oito minutos depois, o artilheiro colocou a equipe em vantagem ao fazer um belo gol, em que driblou o zagueiro Cléberson e chutou forte no ângulo esquerdo do goleiro Gatti. Na etapa final, a Cabofriense melhorou seu posicionamento em campo e conseguiu segurar o Fluminense, que viveu de jogadas isoladas feitas por seus jogadores. Em uma delas, chegou ao gol que lhe assegurou a vitória. O lateral-direito Carlinhos, que havia substituído Rafael, acertou um belo chute da intermediária e marcou o terceiro gol da equipe, aos 34 minutos. FLUMINENSE 3 X 1 CABOFRIENSEFluminense - Fernando Henrique; Rafael (Carlinhos), Thiago Silva, Luiz Alberto e Ivan; Fabinho, Arouca, Cícero e Thiago Neves (Lenny); Alex Dias e Soares (Romeu). Técnico: Joel Santana. Cabofriense - Gatti; Valdir, Everton, Cléberson e Leandro Luz (Júlio César); Marcão, Esquerdinha, Jardel e Marcelinho; William (Luis Carlos) e Alexsandro (Fábio Pinto). Técnico: Waldemar Lemos. Gol - William, aos 17 minutos, Alex Dias, aos 30 e 38 minutos do primeiro tempo; Carlinhos, aos 34 minutos do segundo tempo. Árbitro - Marcelo de Souza Pinto. Cartão amarelo - Esquerdinha. Renda - R$ 151.565,00 (referente aos dois jogos da rodada dupla). Público - 13.119 público pagante (referente aos dois jogos da rodada dupla). Local - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.