Marcelo Moreira/Futura Press
Marcelo Moreira/Futura Press

Fluminense marca no fim e arranca empate do Grêmio

Rafael Sóbis acredita na última bola e marca o gol do time carioca: 1 a 1

Gabriel Melloni, Agência Estado

12 de outubro de 2013 | 20h41

RIO - Com um jogador a mais e à frente no placar, o Grêmio caminhava para uma vitória até certo ponto tranquila neste sábado no Maracanã. Mas, quando a torcida carioca já entoava uma forte vaia, o Fluminense achou o gol de empate em um lance de raça e sorte de Rafael Sóbis, nos acréscimos. No fim, a igualdade por 1 a 1, pela 28.ª rodada do Campeonato Brasileiro, representou melhor o que foi a partida. O resultado foi bom para o líder Cruzeiro, que pode abrir 13 pontos de vantagem para o segundo colocado, o Grêmio, se vencer o Atlético-MG neste domingo. Os mineiros têm 59 pontos, enquanto os gaúchos, que voltam a campo quarta, diante do Corinthians, em casa, têm 49. 

O Fluminense chegou à quarta partida seguida sem vitória - duas derrotas e dois empates - e subiu para 35 pontos, apenas três pontos acima da zona do rebaixamento. Na quarta-feira, o Flu terá pela frente justamente o líder Cruzeiro, no Mineirão, às 19h30. A partida deste sábado foi o reencontro de Vanderlei Luxemburgo com o Grêmio, já que o técnico foi demitido pelo clube no final de junho. E o confronto teve dois tempos bem distintos. No primeiro, muito movimentado, as duas equipes criaram bastante. Bressan marcou e o goleiro Marcelo Grohe impediu que a meta gremista fosse vazada. Já no segundo, o Fluminense foi para cima, mas viu Biro Biro ser expulso, o que fez com que o jogo ficasse morno. No fim, Sóbis contou com um desvio na zaga para finalmente vencer Grohe e selar o empate.

O JOGO

O começo era todo do Fluminense, que abusava das jogadas pelas laterais e chegou a ter bons momentos com Rafael Sóbis e Wagner. Mas a primeira grande chance foi do Grêmio. Aos 21 minutos, Souza recebeu dentro da área, pelo lado esquerdo, e bateu de primeira, bonito, acertando o travessão. No rebote, a bola rodou pelo ataque e voltou para o volante, que tentou de longe, novamente levando muito perigo.

Dois minutos depois, Pará cruzou na área, Barcos desviou e Klever mostrou reflexo para espalmar. O Fluminense respondeu e perdeu grande chance em lance incrível, aos 32 minutos. Em contra-ataque, Biro Biro recebeu pela direita e cruzou para Jean, que bateu de primeira, mas foi travado. No rebote, Wagner finalizou de cabeça e parou em Marcelo Grohe. Jean ainda tentou mais uma vez, mas Grohe, meio sem jeito, impediu o gol. O jogo era lá e cá, e se o Fluminense não aproveitou sua melhor chance, o Grêmio marcou. Aos 37 minutos, Alex Telles cobrou escanteio na cabeça de Bressan, que se antecipou a Klever e finalizou na trave. A sobra ficou com o próprio zagueiro gremista, que dessa vez não desperdiçou.

O gol incendiou o jogo e o Fluminense voltou a incomodar em uma sequência de oportunidades em cobranças de escanteio, que só não viraram gol porque Marcelo Grohe estava inspirado e porque a zaga gremista estava atenta. Na principal delas, Gum ajeitou para Wagner, que foi abafado pelo goleiro. O rebote ficou com Jean, que encheu o pé e viu Grohe voar para impedir o empate. O Fluminense voltou para o segundo tempo com o meia Felipe no lugar do zagueiro Anderson, e foi para cima. A substituição, no entanto, surtiu pouco efeito e por mais que o time carioca tivesse mais posse de bola, pouco incomodava o gol gremista. Somente quando Marcos Júnior e Ailton entraram, nas vagas de Wagner e Bruno, os cariocas melhoraram.

Quando o Fluminense era mais incisivo, Biro Biro foi expulso. Ele recebeu o segundo cartão amarelo ao tentar cavar uma falta e atrapalhou os planos da equipe. Daí para frente, o Grêmio teve mais facilidade para segurar o adversário e até chegava com mais perigo quando ia à frente. Quando parecia que a vitória era certa, Rafael Sóbis mostrou porque tem sido o principal jogador do Fluminense e empatou, já aos 45. Ele recebeu cobrança de lateral, passou por dois e bateu. A bola desviou na zaga e encobriu Marcelo Grohe.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 1 X 1 GRÊMIO

FLUMINENSE - Klever; Rafinha, Gum, Anderson (Felipe) e Bruno (Ailton); Edinho, Diguinho, Jean e Wagner (Marcos Júnior); Biro Biro e Rafael Sóbis. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

GRÊMIO - Marcelo Grohe; Saimon, Rhodolfo e Bressan; Pará, Adriano (Matheus Biteco), Souza, Ramiro (Elano) e Alex Telles (Wendell); Kléber e Barcos. Técnico: Renato Gaúcho.

GOLS - Bressan, aos 37 minutos do primeiro tempo. Rafael Sobis, aos 45 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Edinho, Biro Biro, Diguinho (Fluminense); Ramiro, Saimon, Bressan, Kleber (Grêmio).

CARTÃO VERMELHO - Biro Biro (Fluminense).

ÁRBITRO - Alicio Pena Júnior (MG).

RENDA - R$ 233.440,00.

PÚBLICO - 13.251 pagantes (19.556 presentes).

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio (RJ).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoFluminenseGrêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.