Mailson Santana/Fluminense
Mailson Santana/Fluminense

Fluminense paga mais 25% do salário de fevereiro dos jogadores e funcionários

Clube carioca quita parte das pendências, porém ainda tem problema grave de atraso salarial

Redação, Estadão Conteúdo

02 de abril de 2020 | 16h18

O Fluminense tenta combater sua crise financeira mesmo diante da pandemia do coronavírus. A diretoria do clube carioca, nesta quinta-feira, pagou mais 15% dos salários CLT referentes ao mês de fevereiro de jogadores e funcionários. Com isso, já foram efetuados os pagamentos de 40% do valor total. Na quarta-feira, haviam sido pagos outros 25%.

No último dia 6 de março venceram os salários de fevereiro e os trabalhadores que recebem como pessoa jurídica ainda não receberam nenhum valor com relação a essa mensalidade. Na quarta-feira, eles receberam 20% do que do que faltava de janeiro.

O clube das Laranjeiras ainda deve 60% dos salários de fevereiro de atletas e funcionários, 100% de fevereiro dos PJs e meses de direitos de imagem (DIs) de jogadores. A última informação de pagamento de DIs foi de outubro do ano passado, quando foram quitadas seis parcelas em atraso.

Os salários CLT referentes a março vencem na próxima terça-feira, quinto dia útil de abril, enquanto os direitos de imagem vencem no meio do mês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.