Fábio Motta/AE
Fábio Motta/AE

Fluminense pede desculpas ao torcedor capixaba por usar time reserva no Fla-Flu

Tricolor carioca publica nota oficial enfatizando atenção com a estreia na Copa Sul-Americana na quarta-feira

Estadão Conteudo

01 de abril de 2017 | 16h38

O Fluminense publicou em seu site oficial, neste sábado, um pedido de desculpas aos torcedores do Espírito Santo por causa da decisão da comissão técnica de poupar titulares no clássico contra o Flamengo, neste domingo, no estádio Kléber Andrade, em Cariacica, válido pela sexta e última rodada da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca.


Na mensagem, o time tricolor enfatizou que não teve a intenção de desmerecer a importância da partida, mas destacou a necessidade de preservar alguns jogadores para a estreia na Copa Sul-Americana, na próxima quarta-feira, diante do Liverpool-URU, no estádio do Maracanã, no Rio.



O texto demonstra que a decisão de não utilizar os principais jogadores foi tomada devido ao excesso de jogos do calendário nas últimas semanas e também destaca que elenco e diretoria estão motivados para o encontro com o torcedor tricolor e o povo capixaba.


A nota explica que, apesar de o Fluminense já estar na semifinal do Estadual, a partida deste domingo é de fundamental importância para a chegada do time às semifinais da Taça Rio. E que, por isso, o clube vai a Cariacica com uma formação que honre a tradição e respeite o amor do torcedor capixaba pela equipe.


Com 10 pontos conquistados na Taça Rio, o Fluminense inicia a rodada na liderança do Grupo C. Já o Flamengo ocupa o primeiro lugar do Grupo B, com 11. A diferença entre as duas equipes na classificação geral é de um ponto a favor dos rubro-negros (26 a 25). Ambos estão classificados para a semifinal do Campeonato Carioca, mas ainda não têm presença garantida nas fases finais deste segundo turno.


ÚLTIMO TREINO

O Fluminense encerrou a preparação para o Fla-Flu na manhã deste sábado, no CT Pedro Antonio Ribeiro da Silva, na Barra da Tijuca (zona oeste do Rio). A atividade serviu para o técnico Abel Braga levar a campo a equipe que deve iniciar o clássico.


O trabalho tático e de bolas paradas durou pouco mais de uma hora. Nos minutos finais, os atletas foram divididos em dois grupos. Uma parte do elenco fez um trabalho técnico de dois toques em campo reduzido. A outra treinou finalizações e cobranças de falta.


A delegação do time tricolor embarcou no início da tarde deste sábado para Vitória, onde ficará concentrada até horas antes do clássico, que será disputado pela primeira vez no estádio Kléber Andrade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.