Fluminense pega Macaé e busca a 2.ª vitória na Taça Rio

Com muitos desfalques, o Fluminense jogou mal e apenas empatou com o Duque de Caxias na última rodada do Campeonato Carioca. Nesta quarta-feira, o time tricolor quer voltar a vencer contra o Macaé, às 19h30, no estádio de São Januário - o jogo estava marcado para o Engenhão, que foi interditado pela Prefeitura do Rio de Janeiro nesta terça por causa de problemas estruturais. O Fluminense está em segundo lugar no Grupo B da Taça Rio (segundo turno) com quatro pontos, dois a menos que o líder Resende.

AE, Agência Estado

27 de março de 2013 | 08h45

Ainda não se sabe se o técnico Abel Braga vai escalar os três titulares que estavam com a seleção brasileira: o atacante Fred, que marcou gols nos dois amistosos na Europa, o goleiro Diego Cavalieri e o volante Jean. O trio só desembarcaria no Rio de Janeiro na noite desta terça, depois de uma viagem longa de Londres, onde o Brasil empatou (graças ao gol de Fred no final) com a Rússia por 1 a 1.

O atacante Fred não deve mesmo jogar, já que jogou os 90 minutos contra a Rússia. Diego Cavalieri e Jean não entraram em campo e devem conversar com o técnico Abel Braga antes da partida. Se não tiverem condição de jogo, devem ser substituídos pelo goleiro Ricardo Berna e o volante Diguinho.

O meia Wagner, mais uma vez, será titular. Ele foi o principal jogador do time no empate com o Duque de Caxias. Nesta terça, ele admitiu que a premiação de R$ 3 milhões aos jogadores pela conquista do Campeonato Brasileiro de 2012 ainda não foi paga pela diretoria. "Ninguém aqui vai deixar de botar o pé na bola por causa de bicho. Os jogadores estão aqui com gabarito e bagagem", garantiu.

Ele reconheceu que o time não está apresentando seu melhor futebol. "Estamos em um grande clube, que investiu muito neste time e por isso resultados como o empate com o Duque de Caxias não podem acontecer. Somos cobrados por isso. Somos os atuais campeões brasileiros e isso influencia. O investimento pede essa cobrança", admitiu.

Wagner terá ao seu lado, novamente, o meia Deco, que não fez bom jogo na última rodada. Mas o meia acredita na recuperação do companheiro, que busca a readaptação depois de lesão no começo do ano. "O Deco dispensa comentários, elogios. É só dar tempo, já nos ajudou no ano passado e este ano também. Com tempo, ele vai voltar a apresentar o bom desempenho que tinha em 2012".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato CariocaFluminense

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.