Fluminense pega Náutico para obter a 3ª vitória seguida

O Fluminense quer a terceira vitória seguida no Campeonato Brasileiro. Precisa, então, superar o Náutico, que, apesar da campanha irregular, é sempre um adversário difícil no estádio dos Aflitos, no Recife. Para o duelo deste sábado, às 16h20, pela 7.ª rodada, o técnico Abel Braga vai contar com o retorno do meia Thiago Neves, mas perdeu o atacante Fred. Ganhar os três pontos é importante também para dar confiança ao time, já que nas duas próximas rodadas vai disputar clássicos contra Flamengo e Botafogo.

TIAGO ROGERO, Agência Estado

30 de junho de 2012 | 09h03

Thiago Neves deve começar no banco de reservas, mas Abel Braga cogitou escalá-lo desde o início do jogo. "Vamos esperar. O Thiago Neves pode começar jogando. No seu último jogo, perguntamos se ele preferia começar ou entrar depois, mas ele quis ser titular. Agora, nós vamos ver de novo, já que o tempo parado foi grande. O problema é o ritmo de jogo e o retorno numa partida complicada e fora de casa", disse o treinador.

Se Thiago Neves começar no banco, quem ganha mais uma chance na equipe é o meia Wagner. Outros atletas que voltam a ter condições são Leandro Euzébio, Valencia e Rafael Moura. Já Rafael Sobis e Diguinho continuam se recuperando.

No ataque, mesmo com a volta de Rafael Moura, Samuel deve ser mantido na equipe titular. Ele marcou o primeiro gol como profissional na última partida do clube - a vitória sobre o Atlético Goianiense por 4 a 1. Segundo Abel Braga, o atacante ficou mais confiante esta semana. "Por mais que eu fale com ele que o gol sairá com naturalidade, sempre sem qualquer tipo de pressão, internamente ele se cobra (...) Mas agora tenho plena certeza de que o peso deixou de existir e seu rendimento vai melhorar", disse.

O Fluminense está em quinto lugar, com 12 pontos. Dependendo dos resultados de Cruzeiro e Vasco, o time tricolor pode assumir a liderança do Brasileirão neste sábado, caso vença o Náutico.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoFluminense

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.