Fluminense pega o Sport em casa para emplacar a terceira vitória consecutiva

Tricolor carioca pode entrar no G-4 nesta rodada

Thiago Rabelo, especial para o Estado, Estadão Conteúdo

01 Outubro 2016 | 06h00

Improvável ao final do primeiro turno, o Fluminense pode entrar no grupo de classificação da Copa Libertadores se vencer o Sport, neste sábado, às 11 horas, no estádio Giulite Coutinho, em Mesquita (RJ). Invicto há quatro jogos e com duas vitórias consecutivas, o time tricolor vive bom momento no Campeonato Brasileiro e se aproximou do Santos, que inicia a 28.ª rodada na quarta posição.

Com 43 pontos e na quinta colocação, o Fluminense tenta tirar os dois pontos de diferença para o time santista. Na luta contra o rebaixamento, o Sport é o 13.º colocado, com 33 pontos, e pode terminar a rodada entre os quatro piores caso perca e Coritiba, Vitória, Figueirense e Cruzeiro vençam.

Além de encostar no Santos e poder ter a chance de figurar no G4 do Brasileirão, o Fluminense também aguarda a ampliação de vagas para a Libertadores, em decisão que será feita pela Conmebol, que definiu mudanças na competição continental com o acréscimo de times na próxima edição.

O jogo em Mesquita marca o reencontro do Fluminense com o meia Diego Souza, que iniciou a temporada nas Laranjeiras e se transferiu para o Sport em março. Apesar do pouco tempo em que trabalharam juntos, o técnico Levir Culpi quer atenção especial no adversário. "No campo, ele (Diego Souza) decide em uma bola. Nós conhecemos muito bem. Tem de ser muito bem marcado, respeitado. Nosso time também tem grandes jogadores, se der um descuido a nossa possibilidade de vitória é muito grande. É de grande nível técnico", classificou.

Para conseguir a terceira vitória no Brasileirão, o time tricolor aposta no goleiro Júlio César, que substitui Diego Cavalieri, lesionado. No ataque, Wellington e Marcos Júnior permanecem como titulares.

Mais conteúdo sobre:
Fluminense Sport Campeonato Brasileiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.