Fluminense perde Caio Paulista por um mês; Bobadilla é diagnosticado com covid-19

Fluminense perde Caio Paulista por um mês; Bobadilla é diagnosticado com covid-19

Para o jogo desta terça-feira, diante do Cerro Porteño, Roger Machado vai repetir a escalação utilizada nos 3 a 0 sobre o Criciúma

Redação, Estadao Conteudo

02 de agosto de 2021 | 20h38

O Fluminense anunciou nesta segunda-feira que permanecerá sem dois atacantes nos próximos dias. O titular Caio Paulista, fora dos dois últimos jogos, para por um mês por causa de lesão muscular e o centroavante Bobadilla ficará em isolamento de 14 dias após testar positivo para a covid-19.

Havia a esperança que Caio Paulista voltasse rapidamente aos gramados após deixar o jogo contra o Palmeiras com dores na coxa, há uma semana. Após desfalcar o time nos dois compromissos diante do Criciúma pela Copa do Brasil, porém, novos exames detectaram que a contusão é mais grave que o previsto.

O problema de Caio Paulista é na coxa direita e seu retorno é previsto apenas para a última semana de agosto. Até lá, segue dando oportunidades para Luiz Henrique. Justamente no momento em que vinha se destacando, o jogador sentiu o problema, ficando ausente em mata-matas importantes da Copa do Brasil e da Libertadores.

Já o paraguaio Bobadilla parece sem sorte. Com enorme concorrência com Fred e Abel Hernández, sofreu contusão na panturrilha e vinha sendo desfalque para Roger Machado. Para piorar, nesta segunda-feira, após apresentar quadro gripal, exames constataram a covid-19.

"O atacante Raúl Bobadilla testou positivo para a covid-19 e já se encontra em isolamento", informou o clube. Serão mais 14 dias, ao menos, de afastamento. Ficará em casa para cuidar do vírus e terá a recuperação da lesão comprometida.

Para o jogo desta terça-feira, diante do Cerro Porteño, pela volta das oitavas de final da Libertadores, Roger Machado vai repetir a escalação utilizada nos 3 a 0 sobre o Criciúma, no sábado. O Fluminense avança até com derrota mínima após 2 a 0 em Assunção.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.