Fluminense perde três em coletivo

Após a eliminação na Taça Guanabara, há dez dias, o técnico do Fluminense, Abel Braga, tratou de melhorar a parte técnica e tática da equipe para a estréia na Copa do Brasil, nesta quarta-feira, contra o Campinense, em Campina Grande, na Paraíba. Mas a contusão de três jogadores no coletivo desta segunda, aliado aos desfalques de Felipe e Alex, jogou por "água abaixo" o trabalho do treinador. "Criei uma boa dinâmica e na hora H deu errado. Estou chateado, pois há dez dias venho treinando o grupo e não contava com essas ausências. A sorte é que o Fluminense tem um elenco de qualidade", declarou Abel Braga.O volante Diego, que retornou da seleção brasileira sub-20, torceu o tornozelo esquerdo, mesma contusão de Felipe. Mas, segundo os médicos, ele vai viajar com a delegação tricolor. O atacante Leandro sentiu dores na coxa esquerda durante o treino e foi substituído por Rodrigo Tiuí, que também se machucou.Como Alex ainda se recupera de um edema na coxa esquerda, Toró, apontado nas Laranjeiras como uma promessa, fará dupla de ataque com Tuta em Mato Grosso.A estréia do zagueiro Fabiano Eller, ao menos, amenizou o descontentamento de Abel Braga. "Pelo menos ele acaba um pouco com a minha dor de cabeça. É um excelente jogador e, com certeza, vai melhorar a parte defensiva do time".

Agencia Estado,

14 de fevereiro de 2005 | 19h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.