Fluminense põe a culpa nas arbitragens

Com apenas duas rodadas do Campeonato Brasileiro, um assunto se tornou unanimidade nas Laranjeiras: o Fluminense foi prejudicado, em ambas as partidas, por erros de arbitragem.Na estréia, contra o Paysandu, em Belém, o árbitro Orlando Magno dos Santos assinalou um pênalti, aos 50 minutos da segunda etapa, a favor do time paraense quando a equipe carioca vencia por 3 a 2. Rogério Souza cobrou e empatou a partida em 3 a 3.Na segunda rodada, a história se repetiu. No equilibrado jogo contra o Coritiba, no Maracanã, o meia Roger foi derrubado na área, mas o árbitro Jamir Garcez ignorou o lance. As duas equipes empataram em 1 a 1.O técnico Ricardo Gomes não gosta de falar sobre arbitragem. Mas abriu uma exceção nesta segunda-feira. "Realmente, o Fluminense foi prejudicado. Mas a gente não pode ficar usando isso sempre como desculpa", afirmou.Para a partida contra o São Paulo, quarta-feira, no Morumbi, a tendência é que o treinador não use Edmundo ao lado de Romário. "Das outras vez que eu o escalei, ele treinou muito bem, mas no jogo não rendeu", criticou.

Agencia Estado,

26 de abril de 2004 | 19h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.