Fluminense precisa ganhar para sobreviver na Taça Rio

A disputa no Grupo A está extremamente acirrada. Além de Fluminense e Flamengo, outras cinco equipes sonham com a classificação para as semifinais da Taça Rio. Um tropeço pode custar caro, por isso o time tricolor entra em campo encarando com seriedade a partida deste domingo, às 17 horas, contra o Resende, em Volta Redonda.

AE, Agencia Estado

21 de março de 2010 | 08h11

A equipe do Resende é a pior do returno, não somou nenhum ponto no Grupo B e está fortemente ameaçada de rebaixamento. Mas o técnico Cuca não quer saber de números e pede concentração para obter uma vitória tranquila, torcer por um tropeço do Flamengo contra o Botafogo e reassumir a liderança de sua chave. Mesmo sem a presença de sua grande estrela. Fred, com uma lesão muscular, é desfalque para esta e as próximas rodadas.

Mas o que Cuca lamenta mesmo é a mudança do local da partida do Maracanã para Volta Redonda, por conta da incompetência da BWA, empresa que negocia os ingressos para Fluminense, Vasco e Flamengo. Ele espera um público diminuto no estádio Raulino de Oliveira.

Para a vaga de Fred, a disputa está entre André Lima e Wellington Silva, com predileção de Cuca pelo primeiro. Conca, que cumpriu suspensão na última rodada, e o zagueiro Gum também volta à equipe. Leandro Euzébio e Everton cumprem gancho.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato CariocaFluminense

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.