Fluminense quer iniciar reação no Brasileirão em casa

A situação é para lá de incômoda, mas ainda há muito tempo para recuperação. A reação, porém, tem de começar já. Em penúltimo lugar no Campeonato Brasileiro, com apenas 10 pontos, o Fluminense recebe o Goiás, neste sábado, às 18h30, no Maracanã, com a obrigação de vencer a qualquer custo.

LEONARDO MAIA, Agencia Estado

18 de julho de 2009 | 08h19

A diferença para o adversário, que ocupa a 10.ª colocação, é de apenas quatro pontos. Uma vitória, portanto, certamente fará o clube tricolor conquistar posições importantes e aliviar o clima de tensão nas Laranjeiras.

A tarefa, no entanto, será dificultada devido ao destempero do atacante Fred. O jogador foi expulso pela segunda partida consecutiva e mais uma vez é sério desfalque. O técnico Vinícius Eutrópio, que teve apenas a sexta-feira para preparar a equipe, não confirma a escalação, mas dá indícios de que Kieza, que entrou bem contra o Internacional, deve formar o ataque ao lado de Leandro Amaral.

?Realmente ele tem grandes chances. Foi bem contra o Inter e me agradou?, disse Eutrópio, que tem como opção Maicon, já que Alan defende a seleção brasileira sub-20.

Outro desfalque é o volante Diguinho, também expulso contra os colorados. A tendência é que Marquinho assuma a vaga, mas Carlos Eduardo está na disputa. Eutrópio, novamente, dá pistas. ?O time está com o padrão de jogo bom e não é o momento de muitas mudanças?, comentou o treinador. "Precisamos de uma vitória para nos recuperar no campeonato, mas não é hora de desespero. Acredito na força, no companheirismo e no trabalho do grupo?.

Na defesa, o contestado Edcarlos, que cumpriu suspensão na última rodada, volta a formar parceria com Luiz Alberto. O jovem Cássio deixa a equipe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.