Fluminense quer mostrar que é forte

Enfrentar o campeão paulista uma semana depois de levantar o título carioca tem um significado especial para o Fluminense. No jogo desta tarde, às 16 horas, no Maracanã os tricolores do Rio vão querer mostrar ao São Paulo que não existe tanta diferença entre o futebol das duas principais cidades do País. "O que há é equilíbrio", disse o técnico do Fluminense, Abel Braga.Embalado pelos últimos resultados - além de ter conquistado o Carioca numa virada histórica sobre o Volta Redonda (3 a 1), venceu o Grêmio por 3 a 0 no meio de semana, pela Copa do Brasil -, o Fluminense quer largar bem no Campeonato Brasileiro, mesmo estreando contra um adversário poderoso. E a ordem de Abel é atacar. "Vamos jogar obviamente pela vitória. Vai ser assim em todo o torneio."As evidências, porém, sobre quem leva vantagem na disputa da hegemonia do futebol brasileiro não podem ser contestadas. Basta um exemplo para se verificar que o Estado de São Paulo está na frente: na última convocação para a seleção brasileira, segunda-feira, com atletas somente em atividade no Brasil, 17 dos 23 relacionados por Carlos Alberto Parreira atuam em equipes paulistas.O Fluminense atuará desfalcado do volante Arouca, a serviço da seleção sub-20 durante os últimos dias. A ausência dele vai ser compensada pela escalação de Preto Casagrande, reserva no Campeonato Carioca, mas muito eficiente nos momentos em que foi utilizado no segundo tempo de alguns jogos. No ataque Tuta espera manter a boa média do ano: em 12 partidas, marcou 11 gols.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.