Fluminense quer superar bom retrospecto da Chapecoense em casa para seguir no G4

A derrota para o Vasco na semana passada custou ao Fluminense a liderança do Campeonato Brasileiro. Por isso, neste domingo o time entra em campo pressionado por uma vitória diante da Chapecoense, às 11 horas, na Arena Condá, em Chapecó (SC), pela 15.ª rodada, a fim de se manter entre os primeiros da tabela de classificação.

Estadão Conteúdo

26 de julho de 2015 | 07h33

"Temos que estar no pelotão de frente, não deixar espaçar. Ter uma gordura. Mas sabemos que todos os times passam por sequências de resultados bons e ruins. Precisamos entender isso. Temos que nos concentrar jogo a jogo", apontou o técnico Enderson Moreira.

A equipe catarinense perdeu apenas uma partida como mandante na competição e Enderson Moreira acredita que terá um confronto duro pela frente. "Já enfrentei a Chapecoense duas vezes lá e sei que é muito difícil. A torcida participa muito, é uma pressão enorme. Não é fácil pontuar lá, mas vamos com a expectativa de conseguir a vitória", projetou.

Nos treinos da semana não foi revelada a formação que vai iniciar a partida, mas a expectativa é que o atacante Osvaldo faça seu primeiro jogo como titular, na vaga de Gerson, que está suspenso. "Não sei se o treinador vai optar por mim como titular, mas se optar, vou estar muito feliz", considerou Osvaldo.

Breno Lopes, por sua vez, ocupa a posição de Giovanni, que sofreu grave contusão no joelho direito e vai ficar fora do time por um longo tempo. Com dores musculares, o goleiro Diego Cavalieri dificilmente vai jogar. É provável que Klever seja o titular.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoFluminense

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.