Fluminense reclama e Cruzeiro desiste de Rafael Moura

A diretoria do Fluminense não gostou de saber do interesse do Cruzeiro no atacante Rafael Moura e procurou os cartolas mineiros para expor sua insatisfação com o que considerava aliciamento do jogador. Diante disso, o presidente celeste, Gilvan Tavares, desistiu do negócio.

AE, Agência Estado

14 de junho de 2012 | 20h13

"Um diretor do Fluminense conversou com o Alexandre (Mattos, diretor de futebol do Cruzeiro) se mostrando irritado, achando que o Cruzeiro estava aliciando o jogador. Nós explicamos que não procuramos o Rafael. O empresário dele é que nos fez essa proposta", explicou o cartola.

Com contrato de longa duração com o Fluminense, Moura teria de negociar sua saída amigável das Laranjeiras ou o Cruzeiro pagar uma considerável multa rescisória, o que não está nos planos mineiros.

O atacante se recupera de tendinite nos dois tornozelos e não está disponível para o jogo contra a Portuguesa, sábado, no Engenhão. O técnico Abel Braga anunciou nesta quinta que pretende realizar uma mudança no time titular. No treino, deu a pista. Durante o coletivo, Abel sacou Bruno e lançou Wallace na lateral-direita.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminenseCruzeiroBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.