Natacha Pisarenko/AP
Natacha Pisarenko/AP

Fluminense ressalta união do grupo após vaga heroica na Libertadores

'Rótulo de time de guerreiros voltou a ser merecido. Foi uma classificação para lavar a alma', avaliou Julio Cesar

AE, Agência Estado

21 de abril de 2011 | 10h08

O Fluminense conseguiu completar uma missão que parecia impossível, ao garantir classificação para as oitavas de final da Libertadores. Além de ganhar do Argentinos Juniors por 4 a 2, na noite de quarta-feira, em Buenos Aires, o time carioca ainda contou com o empate entre América e Nacional. E, para os jogadores, o segredo para esse sucesso foi a união do grupo.

"Falei para o grupo que, com o nosso time unido, ficaria muito difícil segurar a gente. As coisas consideradas impossíveis, conseguiríamos reverter", revelou o atacante Fred, que é capitão do Fluminense e marcou dois gols na vitória em Buenos Aires. "A gente sabe que temos essa força, temos que continuar assim", pediu o meia Conca.

"Foi a melhor partida do time no ano e conseguimos a classificação por esta aplicação e vontade. Foi heroico e o rótulo de time de guerreiros voltou a ser merecido. Foi uma classificação para lavar a alma", avaliou o lateral-esquerdo Julio Cesar. "Nossa equipe entrou focada. Teve o controle da partida", elogiou o técnico Enderson Moreira.

Agora, depois da classificação heroica, o Fluminense enfrentará o paraguaio Libertad nas oitavas de final da Libertadores - as datas do confronto não foram definidas. Antes disso, porém, o time tem outro grande desafio pela frente: faz o clássico com o Flamengo no domingo, pelas semifinais da Taça Rio (segundo turno do Campeonato Carioca).

Veja também:

linkJOGO - Leia como foi Argentinos Juniors 2 x 4 Fluminense 

som ESTADÃO ESPN - 'Não souberam administrar o resultado da partida na cabeça deles', relata Berna

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminenseCopa Libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.