Marcos Arcoverde/Estadão
Marcos Arcoverde/Estadão

Fluminense supera o Botafogo em sua melhor atuação na temporada

Time consegue virada e mantém a terceira colocação no Carioca

SILVIO BARSETTI, O Estado de S. Paulo

08 Março 2015 | 20h53

Em sua melhor atuação no Campeonato Carioca, o Fluminense venceu o Botafogo por 3 a 1, de virada, na noite deste domingo, no Maracanã. Fred participou dos três gols - marcou o último num lance em que ajeitou a bola com o braço, e agora divide a artilharia da competição ao lado de Marcelo Cirino, do Fla, ambos com seis gols. Formados na base do Fluminense, Gerson e Kenedy completaram o placar, enquanto Jobson fez o de honra do Botafogo.

Com o resultado, o Botafogo perdeu a liderança do Carioca para o Vasco, que soma 20 pontos. O time alvinegro está em segundo, com 19 pontos, o Fluminense em terceiro, com 18, e o Flamengo ocupa a quarta posição, com 17.

O Fluminense começou bem o clássico e explorava com velocidade as jogadas pelo lado esquerdo, com Giovanni, Gerson e Wagner. Criou boas situações nos primeiros 25 minutos. Em duas delas, o goleiro Jefferson justificou sua convocação recente para a seleção brasileira. Fred se deslocava e buscava tabelas. Num cruzamento da esquerda, aproveitou falha da zaga alvinegra e quase marcou.

Já o Botafogo apostava na rapidez dos atacantes Bill e Jobson. Logo no início, numa falha do zagueiro Marlon, Jobson ia entrar livre na área e Giovanni o derrubou. Depois, em outra falha do novato jogador tricolor, de apenas 19 anos, o arisco jogador do Botafogo ficou diante do goleiro Diego Cavalieri e tentou encobri-lo. A bola passou por cima da trave.

O jogo pendia mais para o Fluminense quando surgiu o primeiro gol. Gilberto, em lance individual, deixou Jobson numa condição privilegiada - desta vez, sozinho e até mesmo sem goleiro à sua frente. Foi só escorar e abrir o placar para o Botafogo. Dois minutos depois, Renan Fonseca, de cabeça, por pouco não ampliou. Esbarrou numa defesa de elasticidade de Cavalieri.

O Fluminense, porém, conseguiu o empate após uma furada de Wagner. Na sequência, a bola sobrou para Kenedy chutar com força, sem defesa para Jefferson. Fred antes fez um corta-luz, o que enganou a defesa adversária e possibilitou o desfecho da jogada.

Bem mais organizado no segundo tempo, o Fluminense quase virou logo no início da etapa, numa conclusão de cabeça de Fred. Jefferson novamente se esticou e fez ótima defesa. O goleiro, no entanto, não teve como deter outro ataque do adversário, no qual Fred, em outro corta-luz, deixou o jovem Gerson, de 17 anos, em condições de avançar, se livrar do marcador, e chutar cruzado.

O Botafogo não esboçou reação e ainda deu espaços para Fred receber lançamento, usar o braço para controlar a bola e completar com categoria. Jefferson mais uma vez foi vencido no lance.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 3 X 1 BOTAFOGO

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Wellington Silva, Henrique, Marlon e Giovanni; Edson, Jean, Gerson (Vinicius) e Wagner (Rafinha); Fred e Kenedy (Marcos Jr). Técnico: Cristóvão Borges.

BOTAFOGO - Jefferson; Gilberto, Renan Fonseca, Diego Giaretta e Thiago Carleto; Marcelo Mattos, Willian Arão, Gegê (Diego Jardel) e Tomas (Sassá); Jobson (Tasso) e Bill. Técnico: René Simões.

GOLS - Jobson, aos 29, e Kenedy, aos 36 minutos do primeiro tempo; Gerson, aos 25, e Fred, aos 39 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Leonardo Garcia Cavaleiro.

CARTÃO AMARELO - Giovanni, Henrique, Bill, Marcelo Mattos e Wagner.

CARTÃO VERMELHO - Marcelo Mattos.

LOCAL - Maracanã, no Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.