Fluminense supera Portuguesa em sua estreia no Maracanã em 2020

Fluminense supera Portuguesa em sua estreia no Maracanã em 2020

Tricolor melhora no segundo tempo, após entrada do jovem Miguel, e mantém 100% de aproveitamento

Redação, O Estado de S.Paulo

23 de janeiro de 2020 | 22h54

A estreia do Fluminense no Estádio do Maracanã em 2020 foi a melhor possível. Na noite desta quinta-feira, em partida válida pela segunda rodada da Taça Guanabara - primeiro turno do Campeonato Carioca - o time tricolor não tomou conhecimento da Portuguesa, ao vencer por 2 a 0, para seguir com 100% de aproveitamento no Grupo B. Após um primeiro tempo apertado, Nenê e Gilberto fizeram os gols do jogo no início da segunda etapa.

Com o resultado, o Fluminense divide a primeira colocação do Grupo B com Volta Redonda e Madureira, que também venceram os seus dois jogos até o momento. Já a Portuguesa está na parte debaixo da tabela do Grupo A, ainda sem pontuar, porque, estreou com derrota para o Madureira, por 1 a 0. A Lusa Carioca terminou na liderança da primeira fase com 11 pontos, uma espécie de seletiva para o Estadual.

A partida começou bastante movimentada, com os dois times trocando passes no meio-campo e buscando espaço para chegar com perigo ao gol adversário. Tanto que as duas primeiras chances vieram pelos lados da Portuguesa. Aos 16 minutos, após uma boa troca de passes, a bola sobrou para Chay, que acabou chutando para fora. Já aos 24, o mesmo atacante apareceu na área e cabeceou no contrapé do goleiro, que conseguiu se recuperar e mandar a bola para escanteio.

A resposta do Fluminense veio aos 33 minutos, quando Romarinho deu um passe açucarado para Matheus Alessandro, que chegou chutando e obrigou o goleiro Jefferson a fazer uma grande defesa. Aos 39 minutos, foi a vez do zagueiro Matheus Ferraz aparecer na área como homem surpresa, ao completar um cruzamento de Nenê, mas a bola saiu rente a trave. Por isso, o primeiro tempo terminou empatado sem gols.

Na volta do intervalo, o Fluminense se mostrou mais dinâmico e logo abriu o placar. Aos quatro minutos, Lucas Barcelos foi derrubado na área e o árbitro marcou pênalti. Nenê foi para a cobrança e não desperdiçou. Sete minutos depois, aos 11, Gilberto ampliou para os donos da casa. O jovem Miguel, destaque da base de apenas 16 anos, fez bela jogada pela direita e cruzou para trás, tanto que Gilberto só teve o trabalho de mandar a bola para o fundo das redes.

A partir daí, a Portuguesa ficou sem reação e se quer chegou a assustar o goleiro Marcos Felipe. Enquanto isso, o Fluminense passou a controlar o placar e criar algumas boas chances. Mas, apesar disso, não conseguiu voltar a balançar as redes. Até por conta disso, o duelo terminou mesmo com a vitória dos donos da casa por 2 a 0.

Os times já voltam a campo no próximo domingo para a disputa da terceira rodada. Fora de casa, o Fluminense encara o Bangu, no Estádio de Moça Bonita, às 16h. No mesmo horário, a Portuguesa recebe o Resende, no Estádio luso-brasileiro.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 2 X 0 PORTUGUESA

FLUMINENSE - Marcos Felipe; Gilberto (Igor Julião), Luccas Claro, Matheus Ferraz e Orinho; Hudson, Dodi e Nenê; Matheus Alessandro (Pablo Dyego), Lucas Barcelos e Felippe Cardoso (Miguel). Técnico: Odair Hellmann.

PORTUGUESA - Jefferson; Luis Gustavo (Alexandre Talento), Marcão, Diego Guerra e Diego Maia; Maicon Douglas, Muniz (Lucas Vinícius) e Romarinho; Chay, André Silva (Matheus Pimenta) e Jhulliam. Técnico: Rogério Corrêa.

ÁRBITRO - Wagner do Nascimento Magalhães.

CARTÕES AMARELOS Lucas Claro (Fluminense). Luis Gustavo (Portuguesa).

RENDA - R$ 235.264,00.

PÚBLICO - 9.560 pagantes (10.142 total).

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.