Fluminense tenta evitar novo susto no Campeonato Carioca

A boa notícia para a torcida é o retorno de Arouca, que recuperou-se de contusão e joga contra o Macaé

25 de janeiro de 2008 | 20h01

Vice-líder do Grupo A do Campeonato Carioca, o Fluminense volta a campo neste sábado, para enfrentar o Macaé, a partir das 20h30, no Maracanã. A boa notícia para a torcida do Flu é o retorno do volante Arouca, que recuperou-se de contusão - com isso, Fabinho volta ao banco. Apesar do bom momento, o técnico Renato Gaúcho reclamou do horário da partida. "Preferia ir a um restaurante com a família, ao cinema, ao motel. Eu sempre tive coisas melhores para fazer. Não sou eu quem faz esses horários. Como sou pago, tenho que ir", brincou o treinador do Fluminense. Depois do susto na partida contra o Duque de Caxias, quando o Fluminense chegou a estar perdendo por 2 a 0 antes de virar para 3 a 2, Renato Gaúcho dedicou grande parte da preparação para a partida deste sábado com a análise de vídeos do Macaé. "Não vamos ganhar jogo no nome. Temos que entrar concentrados desde o início", avisou o técnico. Enquanto isso, uma polêmica que já começa a agitar as Laranjeiras. É sobre a presença do lateral-esquerdo Gustavo Nery no time titular. Recém-contratado, o jogador não teve bom desempenho contra o Duque de Caxias e foi muito criticado pela torcida. Renato Gaúcho, porém, continua a dar suporte para Gustavo Nery, alegando que ainda é começo de temporada.  "Ele vai jogar contra o Macaé. O Gustavo tem a minha confiança e não vai ser uma atuação que vai mudar minha opinião", explicou Renato Gaúcho. O lateral, por sua vez, admitiu que não foi bem nas duas primeiras partidas do ano, mas pede paciência. "Não vou fugir jamais da minha responsabilidade. No quarto ou quinto jogo, vou estar bem", prometeu o jogador. "Falhei no primeiro gol (do Duque de Caxias), e vou botar a cara para bater sempre. O ritmo virá com o tempo." Desfalque O meia argentino Conca ainda não teve sua situação regularizada e está fora do jogo deste sábado. O jogador já foi inscrito na Federação, mas sua liberação dependia de um documento a ser enviado pelo River Plate, dono de seu passe.

Tudo o que sabemos sobre:
FluminenseCarioca

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.