Fluminense tenta superar o cansaço

Além do São Caetano, o outro adversário do Fluminense no jogo desta sexta-feira, às 20h30, no Estádio Anacleto Campanella, é o desgaste físico. A equipe dá sinais de cansaço por disputar simultaneamente a Copa Sul-Americana e o Campeonato Brasileiro.Para piorar, enfrentará uma pequena maratona de jogos nos próximos dias. Além do confronto com o São Caetano, o Fluminense jogará contra Brasiliense, Atlético-PR e Ponte Preta num intervalo de dez dias. O excesso de jogos deixa o técnico Abel Braga revoltado. ?Jogar sexta e segunda-feira não é coisa de futebol pentacampeão?, reclamou.Mas o preparador físico do clube, Cristiano Nunes, avisa que o Fluminense tem condições de se superar neste momento. ?O cansaço existe, mas a qualidade do elenco pode suprir isso?, avisou.Para o jogo desta sexta-feira, Abel irá poupar dois titulares, ambos com dores musculares: o zagueiro Gabriel Santos e o lateral-direito Gabriel. Entram no time Zé Carlos e Schneider, respectivamente.?É melhor segurá-los do que perdê-los por mais dias. Mas, apesar das circunstâncias, o pensamento é de vitória. Nada de se contentar como empate. Estou satisfeito com o empenho do grupo?, disse o treinador.Caso o Fluminense derrote o São Caetano, chegará aos 57 pontos e alcançará a terceira colocação no Campeonato Brasileiro.

Agencia Estado,

20 de outubro de 2005 | 19h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.