Léo Correa/O Dia
Léo Correa/O Dia

Fluminense vai inaugurar bustos do 'Casal 20' em fevereiro

Washington e Assis, dupla de ataque que fez história na década de 80, serão 'eternizados' na sede do clube. Ambos faleceram em 2014

Estadão Conteúdo

22 de janeiro de 2015 | 12h24

O Fluminense revelou nesta quinta-feira que o clube vai inaugurar em 24 de fevereiro os bustos de Washington e Assis, dupla de ataque que ficou conhecida pelo apelido "Casal 20" e fez história nos anos 1980, com a conquista do tricampeonato carioca, entre 1983 e 1985, e do Campeonato Brasileiro de 1984.

O evento também marcará o lançamento de um livro em homenagem à dupla: "Washington & Assis - Recordar é viver", que promete reunir histórias, fotos e depoimentos sobre os ex-jogadores. A ação faz parte de um projeto de financiamento coletivo criado pelo Fluminense para homenagear os seus ídolos.

"O Maracanã é testemunha de algumas duplas inesquecíveis. Tem, por exemplo, Pelé e Coutinho no Santos, Tostão e Dirceu Lopes no Cruzeiro e Dudu e Ademir da Guia no Palmeiras. Eis que surge a dupla mais carismática da história do futebol carioca: Washington e Assis. Eternizar este capítulo da história tricolor é constatar que o Fluminense é tudo aquilo que qualquer enredo de ficção sonha ser um dia, mas jamais será", disse Heitor D´Alincourt, um dos coordenadores do projeto.

Os dois ex-jogadores morreram no ano passado, com uma distância de tempo de menos de dois meses. Washington faleceu primeiro, em 25 de maio, enquanto Assis morreu em 6 de julho. Ídolos da torcida do Fluminense, agora eles serão eternamente lembrados através de dois bustos nas Laranjeiras.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminenseWashingtonAssis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.