Nelson Perez/Divulgação
Nelson Perez/Divulgação

Fluminense vence a Portuguesa de virada e se afasta da degola

Rafael Sóbis faz um gol e dá assistência para o outro na vitória por 2 a 1

DEMÉTRIO VECCHIOLI, Agência Estado

14 de setembro de 2013 | 23h01

RIO - Na equilibrada disputa contra o rebaixamento no Brasileirão, quaisquer três pontos fazem toda a diferença. E foi assim com o Fluminense na noite deste sábado. No confronto direto contra a Portuguesa, pela 20ª rodada, saiu atrás, mas conseguiu a virada, por 2 a 1, no Maracanã. A vitória significa que o time subiu provisoriamente para o nono lugar, na metade de cima da tabela. Se não tivesse conseguido a virada, os cariocas estariam na zona de rebaixamento.

Assim, já são quatro jogos sem derrota do Fluminense, que venceu Bahia e Portuguesa no Rio e empatou fora com os dois Atléticos. Quarta a equipe joga em Criciúma. Já a Lusa, que vinha de três vitórias nos últimos quatro jogos, continua na zona de rebaixamento, em 17º, com 22 pontos, quatro a menos do que o Flu.

O JOGO

Por conta de uma promoção de ingressos promovida pela diretoria, o Maracanã recebeu bom público neste sábado. E os torcedores tricolores começaram a partida levando um susto, em chute de Luis Ricardo, de longe, que Diego Cavalieri mandou para escanteio. O goleiro voltou a trabalhar quando Rogério desviou a queima-roupa cruzamento de Gilberto. Cavalieri pegou com o pé.

O Flu respondeu pelo lado direito. Primeiro Rafinha recebeu de Wagner na área e bateu cruzado. Lauro segurou em dois tempos. Depois, o bate-rebate posterior a uma cobrança de escanteio acabou em chute errado de Carlinhos, sozinho na pequena área.

Quando o Flu era melhor, a Portuguesa marcou. Aos 34, Moisés bateu falta de longe na área, ninguém marcou Diogo e o atacante subiu livre para fazer 1 a 0. Com aquele resultado, o time carioca entraria na zona de rebaixamento no lugar da Portuguesa.

Mas no intervalo Luxemburgo mexeu na equipe. Tirou Rafinha e colocou Biro Biro. O Flu cresceu e chegou ao empate aos 14 minutos. Anderson acertou bela bicicleta na área e Moisés Moura interceptou com a mão. Pênalti que Rafael Sóbis bateu no meio do gol para marcar.

A virada aconteceu aos 27. Após boa trama do ataque, Rafael Sóbis recebeu na esquerda da área e rolou para o meio, onde Wagner escorou para o gol vazio. Dali até o fim, o Flu seguiu melhor. Aos 40, Samuel acertou lindo sem-pulo, que Lauro defendeu.

No finalzinho, Edinho empurrou Bergson quando o atacante iria cabecear na área. A Portuguesa reclamou de pênalti não marcado.

FICHA TÉCNICA:

FLUMINENSE 2 X 1 PORTUGUESA

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Bruno, Gum, Anderson e Carlinhos; Edinho, Fábio Braga (Felipe), Wagner e Rafinha (Biro Biro); Rafael Sóbis e Rhayner (Samuel). Técnico - Vanderlei Luxemburgo.

PORTUGUESA - Lauro; Luis Ricardo, Moisés Moura, Valdomiro e Rogério; Ferdinando, Wanderson (Correa), Bruno Henrique (Bruninho) e Moisés; Diogo (Bergson) e Gilberto. Técnico - Guto Ferreira.

GOLS - Diogo, aos 34 minutos do primeiro tempo. Rafael Sóbis, aos 15, e Wagner, aos 27 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Wilton Pereira Sampaio (GO).

CARTÕES AMARELOS - Bruno, Biro Biro, Moisés Moura, Bruno Henrique, Rogério, Ferdinando e Diogo.

RENDA - R$ 246.330,00.

PÚBLICO - 15.473 pagantes.

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.