Fluminense vence o América de virada em Natal: 2 a 1

O Fluminense venceu o América-RN de virada por 2 a 1, nesta quarta-feira à noite, em Natal, e deu um passo importante para se classificar à terceira fase da Copa do Brasil. O time carioca desperdiçou muitas oportunidades de gol e foi bem superior ao adversário. Mas não evitou o jogo de volta, dia 4 de abril, no Maracanã. Se vencesse por diferença mínima de dois gols, já asseguraria a vaga para as oitavas de final. O América-RN teve o incentivo da torcida no Estádio Frasqueirão e começou pressionando. Abriu o placar logo aos 13 minutos, com Paulo Isidoro, o que deixou o Fluminense nervoso. Em 20 minutos de jogo, quatro atletas da equipe carioca já haviam sido advertidos com cartão amarelo. Até a metade do primeiro tempo, o time da casa teve chances de ampliar o placar. Mas, aos poucos, o Fluminense foi se impondo e Soares e Alex Dias passaram a dar trabalho ao goleiro Gustavo. Eles não estavam numa noite muito inspirada e perderam vários gols. Compensaram a falta de pontaria no segundo tempo. Soares empatou no início dessa etapa com chute preciso. O Fluminense já dominava o jogo e o gol da vitória estava próximo. E surgiu aos 22 minutos: após um passe de Soares, Alex Dias chutou por cima do goleiro e marcou. O América, acuado, não conseguiu esboçar reação. E o Fluminense ainda teve outras oportunidades. AMÉRICA-RN 1 x 2 FLUMINENSEAmérica-RN - Gustavo; Liza, Douglas, Robson e Marcinho; Ivanildo (Rodrigo Paulista), Luciano Santos, Leandro Sena e Souza; Paulo Isidoro e Austudillo (Geovanni). Técnico: Estevam Soares. Fluminense - Fernando Henrique; Rafael (Carlinhos), Thiago Silva, Luís Alberto e Ivan (Romeu); Fabinho, Arouca, Cícero e Thiago Neves (Lenny); Soares e Alex Dias. Técnico: Joel Santana. Gols - Paulo Isidoro, aos 13 minutos do primeiro tempo; Soares, aos 3, e Alex Dias, aos 22 do segundo tempo. Árbitro - Domingos de Jesus Viana Filho (PA). Cartões amarelos - Soares, Luciano Santos, Fabinho, Thiago Neves, Luís Alberto, Cícero, Ivanildo e Souza. Local - Frasqueirão, em Natal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.