Paulo Liebert/AE
Paulo Liebert/AE

Fluminense vence o São Paulo e é líder do Brasileirão

Com a vitória por 4 a 1, time carioca garante também a vaga na Copa Libertadores do ano que vem

TERCIO DAVID - estadão.com.br,

21 de novembro de 2010 | 18h58

SÃO PAULO - O Fluminense é o novo líder do Campeonato Brasileiro. O time venceu o São Paulo por 4 a 1, neste domingo, na Arena Barueri, pela antepenúltima rodada do torneio. Xandão e Richarlyson foram expulsos no segundo tempo, quando o jogo ainda estava empatado, e facilitaram a vida da equipe carioca, que garantiu uma vaga na Copa Libertadores do ano que vem.

Veja também:

BRASILEIRÃO - tabela Classificação listaResultados

especial Simulador do Brasileirão

Com o resultado, o Fluminense chegou a 65 pontos, superando o Corinthians, que só empatou com o Vitória por 1 a 1 e foi apenas a 64 pontos, e manteve a vantagem de oito pontos para o quarto colocado Grêmio. Já o São Paulo, estacionou em 51 pontos e deu adeus às chances de chegar ao G-4.

Na próxima rodada, a penúltima do campeonato, com todos as partidas no domingo, às 17 horas, o São Paulo visita o Atlético-GO, no Serra Dourada, em Goiânia. O time se despede do Brasileirão em casa, contra o Atlético-MG. O Fluminense segue em seu "mini Paulistão" e pega o Palmeiras, na Fonte Luminosa, em Araraquara. No último jogo, o time encara o Guarani, no Rio.

Ligado. Mais motivado, o Fluminense começou pressionando bastante e chegou até a marcar antes dos 10 minutos, após chute de Mariano, que Rogério espalmou para o impedido Washington completar. No entanto, o árbitro Heber Roberto Lopes anulou acertadamente.

Já praticamente sem aspirações no campeonato, o São Paulo limitou-se a apenas se defender na primeira parte do jogo. O primeiro chute ao gol aconteceu apenas aos 18, na batida fraca de Lucas, que parou nas mãos de Ricardo Berna.

Após a pressão inicial, o Fluminense diminuiu um pouco o ritmo, mas mesmo assim o time abriu o placar aos 34. Conca bateu escanteio da direita e Gum cabeceou firme no meio da área. Rogério ainda tentou, mas não evitou o gol.

Querendo espantar de vez a conversa sobre um possível corpo mole no São Paulo, Jean, Marlos, Lucas e Lucas Gaúcho mostraram serviço e foram a alma do time. Lucas Gaúcho, aliás, só não marcou por que Fernando Berna fez grande defesa, após cabeçada do atacante, aos 37.

Nova comemoração. Antes do final do primeiro tempo, os torcedores de Fluminense e São Paulo comemoraram juntos, após o anúncio do gol de empate do Vitória, diante do Corinthians, no Barradão.

Se Ricardo Berna salvou o Fluminense nas poucas investidas do São Paulo no primeiro tempo, não conseguiu fazer o mesmo no segundo. Aos 10, Jean recebeu na área, cruzou rasteiro e Gum mandou contra o próprio gol para empatar. Lucas Gaúcho, que estava na jogada, saiu comemorando, reivindicando o gol de letra.

Com um a menos. Instantes antes do empate do São Paulo, Washington perdeu um gol incrível, após receber passe de Deco livre na área. O atacante teve tempo de matar a bola, ajeitar o corpo e, cara a cara com Rogério Ceni, mandar por cima.

Mas quem ficou com jogadores a menos de verdade foi o São Paulo. Ao deter com falta por trás um contra-ataque de Fred, Xandão acabou expulso direto, aos 17. Pouco depois, aos 25, Richarlyson fez falta em Rodriguinho, reclamou e recebeu o vermelho direto. Saiu de campo reclamando da arbitragem.

Com dois a mais, o Fluminense dominou completamente o já abalado São Paulo e, aos 29, finalmente chegou ao segundo gol. Após jogada de Carlinhos na entrada da área, Conca recebeu na área, ajeitou e bateu no canto de Rogério Ceni.

O terceiro gol nem demorou a sair. Aos 32, Conca chutou fraco de fora da área, Rogério Ceni rebateu e a bola sobrou para Fred completar para as redes.

Mesmo com a vitória garantida, o Fluminense ainda teve tempo para fazer um quarto gol e consolidar com chave de ouro a retomada da liderança. Aos 42, Conca recebeu na entrada da área, ajeitou e mandou uma bomba, sem chance para Rogério Ceni.

  SÃO PAULO - 1 - Rogério Ceni, Jean , Alex Silva, Miranda (Xandão ), Richarlyson , Carlinhos Paraíba, Cleber Santana, Marlos (Ilsinho ), Lucas, Fernandão (Renato Silva) e Lucas Gaúcho. Técnico: Paulo Cesar Carpegiani.

  FLUMINENSE - 4 - Ricardo Berna, Mariano, Gum, Leandro Euzébio , Carlinhos, Valência (Tartá), Diguinho, Deco, Conca, Fred e Washington (Rodriguinho). Técnico: Muricy Ramalho.

Gols - Gum, aos 37 minutos do primeiro tempo. Gum (contra), aos 10, Conca, aos 29 e aos 42, Fred, aos 32 minutos do segundo tempo. Árbitro - Heber Roberto Lopes (PR-Fifa); Público - 14.410 pagantes. Renda - R$ 169.831,59. Local - Arena Barueri, em Barueri (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.