Fluminense vira, goleia o Atlético-GO e encosta no G-4

O Fluminense goleou o Atlético-GO por 4 a 1, neste domingo à noite, de virada, no Serra Dourada, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time carioca passou a somar 12 pontos, foi ao quinto lugar e encostou no G-4 da tabela. Já a equipe goiana, com dois pontos, amarga a lanterna.

RUBENS SANTOS, Agência Estado

24 de junho de 2012 | 20h56

"O Fluminense busca somar 60% dos pontos para vencer a competição", disse o técnico Abel Braga. Já o time rubro-negro, ainda sem visibilidade, segue em busca da

primeira vitória, juntamente com Palmeiras e Santos. Porém, o baixo rendimento técnico denuncia limitação técnica após dois empates e quatro derrotas.

No jogo e mesmo sem o atacante Fred, que se recupera de lesão na coxa direita, o time carioca tornou o Atlético-GO refém de suas investidas. No primeiro tempo se impôs, após sair em desvantagem. Aos 12 minutos, Ernandes acertou o ângulo de Diego Cavalieri e fez 1 a 0.

Porém, o belo gol que deu vantagem ao rubro-negro foi ofuscado pela mobilidade e eficiência do ataque tricolor, que virou o placar. Aos 12 minutos, Bruno cruzou na cabeça de Wellington Nem. O goleiro Márcio rebateu, Samuel aproveitou o rebote e empatou em 1 a 1.

Aos 26 minutos, Márcio falhou no cruzamento de Deco, e o zagueiro Gum fez 2 a 1. "Errei, não alcancei a bola", disse o goleiro Márcio no intervalo. O Atlético-GO ainda buscou o empate, teve boas oportunidades, mas não foi feliz.

No segundo tempo, o time goiano voltou apostando no empate. E novamente foi surpreendido, desta vez pelo terceiro gol do time carioca, o terceiro a partir de cruzamentos na área.

Aos 6 minutos, Deco cobrou escanteio, a bola bateu no pé do zagueiro Gilson e entrou: 3 a 1. A fase ruim atleticana foi coroada aos 48 minutos. Nos acréscimos,

Marcos Júnior foi derrubado na área, Deco cobrou o pênalti no canto direito, fez 4 a 1 e obrigou o Atlético a sair de cabeça baixa. "Nós temos obrigação de pedir desculpas ao torcedor", desabafou o meia Elias, no apito final.

Na próxima rodada do Brasileirão, Fluminense enfrenta o Náutico, no sábado, às 18h30, nos Aflitos, em Recife. Já o Atlético-GO encara o Flamengo, no dia seguinte, também às 18h30, no Engenhão, no Rio.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-GO 1 x 4 FLUMINENSE

ATLÉTICO-GO - Márcio; Marcos, Gilson, Gabriel e Eron; Marino, Bida, Joilson e Ernandes (Danilinho); Wesley e Marcão (Ricardo Bueno depois Elias). Técnico: Hélio dos Anjos.

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Bruno, Gum, Anderson e Carlinhos; Edinho,

Jean, Wagner (Lanzini) e Deco; Wellington Nem (Valência) e Samuel (Marcos Júnior). Técnico: Abel Braga.

GOLS: Ernandes, aos 12, Samuel, aos 18, e Gum, aos 26 minutos do primeiro tempo; Gilson, aos 6, e Deco, aos 48 minutos do segundo.

ÁRBITRO: Paulo César Oliveira (Fifa-SP).

CARTÕES AMARELOS: Bida(A); Carlinhos (F).

CARTÃO VERMELHO: Marino.

RENDA: R$ 149.645,00

PÚBLICO: 5.240 pagantes.

LOCAL: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.