Bruno Haddad/Cruzeiro
Bruno Haddad/Cruzeiro

Focado em jogos eliminatórios, Cruzeiro enfrenta o Flamengo com time alternativo

Time comandado por Mano Menezes entra em campo sem grandes pressões por conta das classificações encaminhadas na Copa do Brasil e na Libertadores

Estadão Conteúdo

12 Agosto 2018 | 06h13

Com classificações encaminhadas para as quartas de final da Copa Libertadores e para as semifinais da Copa do Brasil, o Cruzeiro do técnico Mano Menezes vai seguir o critério de preservar titulares no Brasileirão e priorizar as competições eliminatórias. Pelo torneio nacional, o próximo compromisso será mais uma vez contra o Flamengo, no Maracanã, às 16 horas deste domingo, adversário batido pelo time mineiro por 2 a 0 na última quarta-feira.

O jogo contra a equipe carioca foi válido pela ida das oitavas de final da Libertadores, disputado no Maracanã. Fora de casa, o Cruzeiro se impôs e venceu por diferença de dois gols. Portanto, vai levar grande vantagem para o duelo de volta, no Mineirão, em Belo Horizonte, no dia 29.

Na próxima quarta-feira, o Cruzeiro será mandante contra o Santos, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil. A equipe de Mano Menezes venceu por 1 a 0 na Vila Belmiro, em Santos. Por isso pode até empatar em casa para se garantir na próxima fase do torneio.

No Brasileirão, porém, o Cruzeiro empatou na última vez que entrou em campo pela competição, por 1 a 1 contra o Vitória, e perdeu as duas partidas anteriores, quando enfrentou São Paulo e Corinthians. Coincidência ou não, Mano Menezes optou por poupar alguns jogadores nesses duelos, por causa do desgaste de atuar duas vezes por semana. A equipe está em 8º lugar após 17 rodadas, com 25 pontos, dez a menos do que o São Paulo, líder do torneio.

Para enfrentar o Flamengo, os únicos jogadores confirmados pelo treinador foram o atacante Raniel, no lugar do argentino Hernán Barcos, e o volante Henrique, titular recorrente do time, que não poderá ser preservado porque Lucas Romero e Bruno Silva se recuperam de dores musculares. A tendência é que mais titulares sejam poupados para o confronto.

"Raniel vai jogar porque vem atuando menos. Tem feito por merecer, como todos os outros", disse o treinador sobre o atacante, em coletiva de imprensa nesta sexta-feira, no CT do Exército, no bairro da Urca, no Rio.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.