Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio

Focado na Libertadores, Grêmio busca ampliar sequência positiva no Brasileirão

Renato Gaúcho deve escalar apenas reservas para partida com o Fluminense no Maracanã

Redação, Estadão Conteúdo

29 de setembro de 2019 | 13h22

Recheado de reservas e jovens apostas e focado na Copa Libertadores, o Grêmio enfrenta o Fluminense neste domingo, às 16 horas, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time gaúcho vive grande fase e tentará, com suplentes, manter o embalo no torneio.

Um dos times que tem conseguido aliar resultado a um futebol agradável, o Grêmio venceu seus últimos quatro jogos, todos com pelo menos três gols de diferença, e não é derrotado há sete partidas. O último revés aconteceu há mais de um mês, em 10 de agosto, quando levou 3 a 1 do líder Flamengo.

Com a sequência positiva na competição, o time tricolor escalou a tabela e, com 34 pontos, está colado no grupo dos seis melhores times do campeonato. Um novo triunfo deixará a equipe em situação confortável na briga por uma vaga entre os primeiros colocados.

Como a prioridade é o duelo contra o Flamengo, o de ida das semifinais da Libertadores, marcado para a próxima quarta-feira, o técnico Renato Gaúcho vai escalar apenas reservas para encarar o Fluminense. Os titulares ficaram em Porto Alegre se preparando para a partida do torneio intercontinental.

Dos jogadores que atuam com maior frequência, apenas o lateral-direito Léo Moura, que voltou de lesão recentemente, e os atacantes Luciano e André, estes que participaram com gols da goleada por 6 a 1 sobre o Avaí na última quinta-feira, viajaram com a delegação para o Rio.

A lista de relacionados para o confronto no Maracanã é repleta de garotos da base, como o lateral Varela, o zagueiro Ruan, os meias Patrick, Isaque e Jhonata Robert, e os atacantes Ferreira, Guilherme Azevedo e Da Silva.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.